O projeto de transformar a ilha grega de Astipalea (ou Astypalea), no Mar Egeu, numa zona virada para a sustentabilidade e mobilidade elétrica começa a ganhar corpo.

O Grupo Volkswagen, que participa no projeto, já fez chegar à ilha as primeiras viaturas 100% elétricas.

Para marcar o início oficial da transformação da ilha, o CEO da Volkswagen, Herbert Diess, e o Primeiro-Ministro grego, Kyriakos Mitsotakis, visitaram Astipalea.

Diess presenteou a polícia local com um novo veículo de serviço, o elétrico ID.4 que é também o primeiro automóvel de polícia elétrico da Grécia.

A polícia portuária grega, as autoridades aeroportuárias e a administração da ilha agora também funcionam com unidades a eletricidade.

Entre os primeiros veículos elétricos em Astipalea contam-se também duas eScooters Seat .

A venda de veículos elétricos para clientes particulares em Astipalea começará no final de junho, recaindo a escolha entre os modelos da VW e-up!, ID.3 e ID.4.

A transformação desta ilha grega a favor de um projeto sustentável ocorrerá durante os próximos cinco anos, também incluindo uma revolução no modo como a eletricidade será gerada. Assim, a energia de Astypalea é atualmente fornecida quase exclusivamente por geradores a gasóleo, que produzem quase 5.000 toneladas de emissões de CO2 a cada ano.

Parque solar

Durante a visita, o governo grego anunciou detalhes do novo sistema de energia, indicando que, no futuro, a energia virá predominantemente da energia solar.

Como passo inicial, um parque solar com uma produção de 3 megawatts será instalado até 2023. Isso fornecerá a totalidade da energia para os veículos elétricos e até 60% de toda a necessidade energética da ilha com energia verde.

O novo sistema energético inclui ainda um sistema de reserva com capacidade de armazenamento de 7 MegaWatts hora (MWh), que permitirá o balanceamento da rede e um melhor aproveitamento da energia solar. Num etapa seguinte, a proporção de energia renovável será estendida ainda mais até 2026 e cobrirá mais de 80% das necessidades de eletricidade no futuro. O novo sistema de energia não reduzirá apenas as emissões de CO2, mas também reduzirá os custos de energia. O governo grego prevê uma economia potencial de mais de 25%.

Leia também:

Mais uma ilha vai abandonar combustíveis fósseis e adotar mobilidade elétrica

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of