A NOS e a EDP celebraram um acordo para compra de eletricidade renovável a longo prazo (PPA – Power Purchase Agreement).

O contrato, no valor de mais de 32 milhões de euros, tem a duração de 11 anos e pressupõe a construção de um novo parque eólico, bem como o fornecimento de 62 GWh anuais de eletricidade verde, o que vai permitir à NOS ter 40% da sua operação alimentada por energia verde já em 2023.

A energia renovável fornecida anualmente à NOS através deste contrato é equivalente ao consumo médio de eletricidade de mais de 27 mil habitações e permite evitar, em média, a emissão de mais de 17 mil toneladas de CO2 por ano, o equivalente a 285 mil viagens de carro Lisboa-Porto.

Esforço de descarbonização e transição energética

“Este é um passo absolutamente pioneiro para um operador de telecomunicações em Portugal e será essencial para a concretização do compromisso assumido pela NOS, de alinhar os seus esforços de descarbonização com os objetivos do Acordo de Paris e com a meta de neutralidade carbónica do Pacto Ecológico Europeu. A mudança é urgente e requer o compromisso de todos. Com a EDP juntamos forças para promover a transição energética da nossa operação, mas também do nosso país” – Miguel Almeida, CEO da NOS

“A EDP Comercial continua a reforçar a sua posição enquanto parceira das empresas para a transição energética. Este acordo com a NOS, realizado com a colaboração da EDP Renováveis, mostra não só a força do caminho que a EDP está a percorrer como grupo, mas também a sua capacidade para desenhar soluções à medida dos seus clientes que, como a NOS, fazem escolhas cada vez mais sustentáveis” – Vera Pinto Pereira, presidente da EDP Comercial.

Miguel Almeida, CEO da NOS, e Vera Pinto Pereira, presidente da EDP Comercial (Foto: ©Telmo Miller)

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of