Em Mafra foram instaladas 12 máquinas de recolha de embalagens de bebidas para incentivar a reciclagem de garrafas PET e de latas de alumínio. Os cidadãos que depositarem nestes equipamentos as suas embalagens receberão vales de desconto em compras.

O projeto dá pelo nome de “Mafra Reciclar a Valer +”, sendo promovido pela Câmara Municipal de Mafra, contando com o apoio de diferentes entidades.

O objetivo é contribuir para uma maior participação dos consumidores no processo de reciclagem, recompensando-os diretamente quando depositam embalagens de alumínio e plástico PET até 3 litros. Esta deposição seletiva de embalagens facilita a sua separação e aumenta a qualidade dos materiais, potenciando a sua reciclagem.

O projeto “Mafra Reciclar a valer +”, que decorrerá até ao final de 2021, é apoiado em 756 mil euros através do Programa Ambiente do EEA Grants Portugal, um Mecanismo Financeiro Plurianual entre o Espaço Económico Europeu e a Islândia, o Liechtenstein e a Noruega.

Os cidadãos serão premiados pela entrega de garrafas de plástico PET e latas de alumínio de acordo com a sua volumetria (0,02€ para as embalagens inferiores a 0,50 litros e 0,05€ para embalagens superiores a 0,50 litros e até 3 litros).

Onde estão as máquinas de embalagens?

Os 12 equipamentos estão localizados em 6 escolas do município de Mafra e estão ainda distribuídos pelo total de 6 lojas Lidl, Minipreço e Pingo Doce.

Mais informação em www.cm-mafra.pt/p/mafrareciclaravalermais.

Esta iniciativa permitirá também testar este funcionamento do sistema de incentivo, contribuindo para aumentar o conhecimento sobre o mesmo e preparar o país para a implementação do sistema de depósito, obrigatório a partir de janeiro de 2022.

Para promover a adesão e correta utilização destas máquinas, está prevista a realização de campanhas de sensibilização, incluindo em formato online, mobilizando os munícipes e os visitantes do concelho para as mais-valias destas soluções.

Para além da Câmara Municipal de Mafra, o projeto conta com a participação do Electrão e da Novo Verde, entidades gestoras de resíduos de embalagens que ajudarão a implementar os equipamentos de recolha no concelho, da Tratolixo, para onde serão encaminhados os resíduos recolhidos nas várias máquinas disponibilizadas e ainda do Instituto Superior Técnico e da 3drivers que irão apoiar a monitorização e avaliação desta solução.

embalagens
Inauguração do projeto “Mafra Reciclar a Valer Mais”

Para Lúcia Bonifácio, vereadora da Câmara Municipal de Mafra, “com o projeto ‘Mafra Reciclar a Valer +’ assumimos o desafio da reciclagem e da economia circular, apostando na inovação, à qual se junta o contributo das entidades públicas e privadas, dos munícipes e de todos os que visitam o nosso concelho”.

O Diretor-Geral do Electrão, Pedro Nazareth, considera que este projeto foi desenvolvido para explorar as diferentes dinâmicas operacionais da gestão do sistema de depósito: “É muito importante que o sistema nacional a estabelecer permita incorporar os diferentes projetos de depósito que têm vindo a ser realizados, um pouco por todo o país, potenciando o investimento entretanto realizado e know-how adquirido”, sublinha Pedro Nazareth.

Ricardo Neto, Presidente da Novo Verde, acrescenta que “’Mafra Reciclar a Valer +’ dá continuidade ao projeto piloto lançado em 2019, igualmente no município de Mafra, cuja adesão dos consumidores tem sido crescente e massiva. Deste modo, a Novo Verde renova a sua aposta em parcerias e iniciativas que fazem a diferença, pois promovem a participação do consumidor no processo de reciclagem e permitem aumentar a circularidade e qualidade dos materiais recolhidos”.

O Presidente do Conselho de Administração da Tratolixo, João Teixeira, considera que este projeto é fundamental para demonstrar a importância do papel operacional dos Sistemas de Gestão de Resíduos Urbanos (SGRU) no sistema de depósito de embalagens não reutilizáveis: “É muito importante que os SGRU continuem a estar integrados no sistema de depósito de modo a minimizar a pegada ecológica e, simultaneamente, permitir a rentabilização dos investimentos efetuados, dos equipamentos e dos recursos humanos existentes, com claros benefícios ambientais, técnicos e económicos para todo o Sistema”.

Do Instituto Superior Técnico, o Professor Paulo Ferrão destaca os benefícios ambientais consideráveis da iniciativa, bem como o trabalho que será desenvolvido para “conhecer a perspetiva do consumidor, peça fundamental de todo este sistema, e de outros stakeholders, que permitirão melhorar os desempenhos e os resultados a que nos propusemos”.

António Lorena, managing partner da 3drivers, reforça que “ao dia de hoje temos de pensar forçosamente em projetos inovadores que apostem na circularidade dos recursos e é precisamente isso que o ‘Mafra Reciclar a Valer +’ pretende: recuperar embalagens de bebidas usadas e garantir a sua reciclagem, evitando a perda de recursos com valor”. “O descerrar destas máquinas materializa o trabalho que vem sendo desenvolvido há já alguns meses por todos os envolvidos e estamos muito orgulhosos com aquilo que estamos a apresentar em Mafra”, frisa António Lorena.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of