Os veículos autónomos têm um potencial de utilização grande em diversas áreas e a empresa francesa Naïo Technologies está a apostar em robots elétricos inteligentes para uso agrícola.

A empresa desenvolveu três tipos de veículos autónomos, todos concebidos para a eliminação de ervas daninhas das plantações.

O robot Oz destina-se a intervir em pequenas culturas, dado o seu menor porte; o robot Dino visa o trabalho em latifúndios de legumes; e o robot Ted tem um design que o adequa a plantações de vinhas.

Robot Oz

Os veículos autónomos de uso agrícola removem as ervas daninhas de forma mecânica, com a sua passagem, fazendo com que se reduza drasticamente o uso de pesticidas para evitar o crescimento de ervas daninhas.

Os veículos são elétricos e recorrem a um sistema de navegação por câmaras, GPS e laser, tendo a capacidade de interpretar com precisão o que é uma alface ou o que é uma erva para remover.

Os três robots de uso agrícola em relance

O robot Oz tem quatro motores elétricos de 110W cada um e tração às quatro rodas. Tem uma autonomia para 3 horas de trabalho com baterias de chumbo (24V – 2 x 12V, 80A/H) ou para 4 a 10 horas com baterias de iões de lítio (2 x 12V – 40 à 100 A/H).

Este veículo é capaz de remover ervas daninhas numa extensão de 1 km, numa hora.

O robot Dino tem uma autonomia para 8 horas de trabalho, tendo igualmente tração às quatro rodas.

O veículo mede 2,50 metros de comprimento e 2,50 metros de largura. a distância entre eixos pode ser regulável, entre 1,40 metros e 1,80 metros. A sua altura é de 1,30 metros, alcançando uma velocidade máxima de 4 km/h.

O robot Ted (que está agora com uma segunda versão mais moderna e robusta) tem um comprimento de 2,30 metros, uma largura variável entre 1,50 metros e 2,00 metros e uma altura regulável de 1,50 metros e 2,00 metros.

A sua velocidade máxima é de até 4 km/h.

A empresa Naïo Technologies foi fundada em 2011 por Gaëtan Séverac e Aymeric Barthes, dois engenheiros franceses da área da robótica.

A firma agrotech já entregou para cima de 150 robots em cerca de 20 países na Europa Ocidental, América do Norte e Japão.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of