Durante dois dias o júri dos Global Mobi Awards Prio 2021 teve oportunidade de tomar um último contacto com os veículos candidatos aos prémios para a mobilidade inteligente em Portugal.

A sessão de testes decorreu em Lisboa e permitiu ao júri fazer uma última avaliação aos 25 veículos a concurso nas categorias de Melhor Elétrico, Melhor Híbrido, Melhor Híbrido Plug-In e Melhor Veículo LEV.
Características como inovação, alcance elétrico, rapidez e facilidade de carregamento, desempenho, consumos, conforto e preço serão aquilatadas para encontrar a proposta mais homogénea em cada categoria e a que melhor traduz um avanço para a eletrificação da mobilidade.

Os Global Mobi Awards Prio 2021 são uma iniciativa das marcas de informação Dinheiro Vivo e Motor24 (do grupo Global Media) e contam com um júri alargado que inclui jornalistas em representação dos mais importantes orgãos de comunicação social nacionais, académicos e representantes de associações e empresas.

Já na sua terceira edição, os Global Mobi Awards Prio visam distinguir as melhores práticas, projetos, produtos, tecnologias e ideias de mobilidade inteligente em Portugal.

Nesta edição, um total de 53 inscritos, o maior número de sempre, concorrem aos prémios Global Mobi Awards Prio, os mais importantes prémios para a mobilidade inteligente em Portugal.
Além dos veículos e tecnologias há uma secção do prémio destinada a Cidades, Empresas e Organizações e Cidadania.

Este ano o público também é convidado a eleger o seu candidato preferido entre os que concorrem à categoria Melhor Carro Elétrico através de uma votação online que decorrerá entre os dias 12 e 28 de abril aqui.

Watts On participa desde a primeira edição

O jornalista e diretor do Watts On, Adelino Dinis, é, pela terceira vez, jurado dos Global Mobi Awards, nas categorias Carro Elétrico, Híbrido Plug-In e Híbrido, bem como nas categorias Veículo Lev, Tecnologia Auto e Tecnologia de Mobilidade.

“Estes dias de teste são muito úteis para comprar diretamente alguns modelos, sobretudo em termos de espaço e habitabilidade. Para mim, as questões de eficiência energética, sustentabilidade e relação entre custo e fatores como o alcance com uma carga ou espaço interior e acessibilidade são a base da minha votação.

No entanto, por vezes é impossível ficar indiferente a modelos que apresentam desempenhos dinâmicos superiores ou que representam inovações significativas. Este ano, as decisões, sobretudo relativamente aos elétricos, foram particularmente difíceis. Entre modelos novos e alguns renovados, torna-se muito difícil escolher o melhor, o que é bom sinal.”

Devido às restrições ditadas pela pandemia, este ano a cerimónia de entrega de prémios séria digital e o anúncio dos vencedores decorrerá no dia 12 de maio em todas as platafor- mas do grupo Global Media.

Fotos de Diana Quintela

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of