A Volkswagen anunciou o lançamento de uma nova marca aplicada aos seus elétricos desportivos.

A sigla será a GTX e figurará nos modelos ID, funcionando de modo semelhante ao que as inscrições GTI, GTD e GTE representou para os veículos mais musculados a gasolina, Diesel e híbrido Plug-in da VW, respetivamente.

Novidade absoluta? Nem por isso…

Apesar da sigla ter sido registada na Alemanha em setembro de 2018, curiosamente, se recuarmos na história, verificamos que a sigla GTX já foi usada pela VW, tendo sido aplicada de 1984 a 1991 numa variante com motor a gasolina de quatro cilindros em linha de 1781 cc com 129 cv de potência do Jetta para o mercado canadiano (o Jetta GTX foi vendido noutros territórios como Jetta GLI). Outra versão do Jetta GTX, também vendida na América do Norte, era animada por um 2.0 16V com 136 cv.

Seja como for, nesta nova era de mobilidade elétrica, o primeiro membro desta nova linhagem será o ID.4 GTX e já tem data de revelação anunciada: próximo dia 28 de abril.

“As letras GT significam há muito tempo o prazer de conduzir. Com a letra X vamos fazer a ponte para a mobilidade do futuro. Sustentabilidade e prestações desportivas não são mutuamente exclusivas, mas complementam-se de forma inteligente”, diz Klaus Zellmer, membro do Conselho de Marketing e Vendas da marca Volkswagen.

A rondar 300 cv

Oficialmente, não há mais dados por enquanto, mas as informações que circulam dão conta de que os modelos GTX virão com tração integral, ou seja, recebendo um motor elétrico extra para o eixo dianteiro. No caso, do ID.4 GTX, é esperado que tenha uma variante de tração às quatro rodas com uma potência entre 300 e 306 cv (um motor elétrico por eixo).

A aceleração deste desportivo ID.4 poderá ser de 0-100 km/h em 6,2 segundos, mais de dois segundos mais rápido do que a versão normal.

Esta maior capacidade de aceleração deverá traduzir-se numa menor autonomia, com a bateria maior de 77 kWh a proporcionar 470 km, ou seja, menos 50 km de alcance.

Esteticamente, o modelo receberá apêndices específicos e em termos mecânicos haverá afinações em termos de direção, suspensão e travagem.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of