A EMEL (Empresa Municipal de Estacionamento de Lisboa) lançou uma nova marca, a “Leve”, para a mobilidade elétrica e postos para EV.

Esta nova insígnia é, em concreto, a marca da EMEL associada aos postos de carregamento elétrico explorados por si em Lisboa e reforça a aposta da empresa no sentido de passar de uma empresa que geria apenas o estacionamento na cidade para uma empresa que tem também propostas e serviços na área da mobilidade sustentável.

Assim, depois do serviço de bicicletas partilhadas Gira, a EMEL constituiu-se em 2019 como Operadora de Pontos de Carregamento de Veículos Elétricos (OPC).

“Vivemos num momento de mudança, de pensamento e de comportamentos, mudança na forma como olhamos e sentimos a cidade. Queremos sentir-nos bem e seguros, queremos saber que o ar que respiramos é puro, e para que tal seja possível, temos que aceitar o desafio de melhorar a nossa maneira de estar em Lisboa. Nesse sentido, a mobilidade elétrica veio para ficar, e a mobilidade elétrica da EMEL é, a partir de hoje, LEVE, mas também mais robusta nesta nossa senda de contribuir para uma cidade amiga do ambiente, amiga das pessoas. Só com o esforço comum conseguiremos uma redução dos Gases com Efeito Estufa, e atingir a neutralidade carbónica em 2050, como assumido por Portugal no Acordo de Paris, em 2015” – Luís Natal Marques, Presidente do Conselho de Administração da EMEL.

Nesse contexto, atualmente, a EMEL dispõe de 26 postos de carregamento de veículos elétricos (correspondendo a 52 tomadas) em cinco dos seus parques de estacionamento, e dois pontos na via pública, em Entrecampos:

► Parque de Estacionamento do Campo das Cebolas – cinco Postos de Carregamento, num total de 10 tomadas (seis com 22kW e quatro com 7,4 kW de potência);
► Parque de Estacionamento da Ameixoeira – seis Postos de Carregamento, num total de 12 tomadas, com 7,4 kW de potência disponível por tomada;
► Parque de Estacionamento da Graça – dois Postos de Carregamento, num total de quatro tomadas, com 7,4 kW de potência disponível por tomada;
► Parque de Estacionamento Manuel Gouveia – cinco Postos de Carregamento, num total de 10 tomadas, com 7,4 kW de potência disponível por tomada;
► Parque de Estacionamento do Lumiar – oito Postos de Carregamento, num total de 16 tomadas (oito com 22kW e oito com 7,4 kW de potência).
Entrecampos – junto ao Edifício Central da Câmara Municipal de Lisboa (no âmbito do projeto Sharing Cities) – dois Postos de Carregamento, num total de três tomadas (duas com 22kW e uma de carga rápida com 50 kW de potência).

Mais três ilhas de carregamento rápido em maio

Em 2021, a empresa prevê inaugurar, já em maio, três ilhas de carregamento rápido localizadas em Entrecampos, Parque das Nações e Restelo.

Cada ilha será constituída por seis postos, num total de 12 tomadas (seis com 43kW (AC) e seis com 50 kW (DC) de potência).

Outros parques com postos na calha

Também este ano, a EMEL conta instalar ainda postos de carregamento em parques de estacionamento EMEL, nomeadamente, Cosme Damião, Calçada do Combro, Chão do Loureiro, Campo de Ourique, Areeiro, Avenida Lusíada, Belém e Campo Grande, Estrada da Luz, Combatentes e Universidade.

Estes postos dividir-se-ão em potências de 7,4 kW e 22 kW.

Por fim, também ao longo de 2021, a EMEL tem previsto instalar 30 postos de carregamento na via pública, garantindo pelo menos um posto por freguesia (postos com duas tomadas de 22 kW de potência em cada).

“A EMEL acredita que o trabalho resiliente e o investimento responsável que tem vindo a fazer (mesmo em contexto de grandes dificuldades originadas pela pandemia por COVID-19) para uma mobilidade mais sustentável na cidade de Lisboa, têm, não só gerado mais confiança por parte dos seus residentes e das suas residentes, que beneficiam de melhor qualidade de vida e maior segurança, mas, sobretudo, colaborado para um melhor ambiente e uma maior sustentabilidade urbana”, salienta a empresa.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of