A Nissan deu conta de que a nova geração do 100% elétrico Leaf, ao alcançar o marco de 195.380 unidades montadas em Sunderland, ultrapassou já a cifra do icónico Nissan Bluebird, feito na mesma unidade industrial britânica.

A Nissan recorda que inaugurou a fábrica de Sunderland, no Reino Unido, com a produção do modelo Bluebird, do qual foram feitas 187.178 unidades, entre 1986 e 1990.

Considerando a produção global, do Bluebird fizeram-se mais de 300 mil exemplares, ao passo que do novo Leaf já foram produzidos mais de 500 mil unidades.

Quando a produção estava no seu auge eram necessárias mais de 22 horas para concluir a construção de cada Bluebird. Atualmente, mais de 35 anos depois, as melhorias ao nível das tecnologias de produção permitiram reduzir este tempo para 10 horas no caso do Leaf.

Alan Johnson, vice-presidente de Fabrico da Nissan em Sunderland, refere que “o Bluebird foi um modelo icónico para as instalações, trazendo boas memórias a todos os entusiastas da Nissan. O facto de o volume do novo Leaf ultrapassar tão rapidamente o do Bluebird evidencia a incrível evolução da nossa inovação ao nível da produção, da perícia dos nossos trabalhadores e dos processos, enquanto rumamos à eletrificação”.

“O facto de o Leaf ultrapassar o Bluebird é um marco histórico, mas muitos mais se avizinham para a nossa equipa nestas instalações, à medida que a nossa gama de automóveis elétricos cresce”, concluiu Alan.

Fazendo uma comparação, o número de funcionários nas instalações de Sunderland cresceu de 430 em 1986 para 6.000 atualmente, havendo uma curiosidade suplementar: 19 daqueles que em 1986 trabalhavam no Bluebird estão agora na linha de fabrico do Nissan Leaf.

19 trabalhadores da fábrica que estiveram no nascimento do Bluebird estão ainda em S-underland, dedicando-se agora à montagem do Nissan LEAF totalmente elétrico.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of