Setor das renováveis consegue melhor quota feminina

No Dia Internacional da Mulher, conferência online organizada pela Helexia debate a quota das mulheres no setor das renováveis.

0
303
Foto: Guille Álvarez/Unsplash

A propósito do Dia Internacional da Mulher, a empresa do setor das renováveis Helexia vai promover no dia 8 de março, pelas 10 horas o evento “Mulheres com Energia”.

A iniciativa consiste num debate online acerca dos temas da “liderança no feminino e desafios da transição energética “, podendo ser acompanhado via Youtube ou LinkedIn da Helexia Portugal.

Alcançar a igualdade de género e empoderar todas as mulheres e raparigas é uma das metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), no contexto das Nações Unidas. Estes objetivos definem as prioridades e aspirações do desenvolvimento sustentável global para atingir até 2030.

 “Vivemos uma época em que é cada vez mais importante fomentar a igualdade de género, as oportunidades e destacar a liderança no feminino, bem como incentivar um número crescente de mulheres a ter um papel relevante em organizações, governos e empresas, para que o modelo de desenvolvimento seja mais justo e sustentável”, refere a Helexia.

Mais mulheres nas renováveis

A empresa cita dados da IRENA (International Renewable Energy Agency) para salientar que, atualmente, no setor das energias renováveis 32% das pessoas empregadas são mulheres, em comparação com 22% no setor de energia em geral.

Em função disso, a empresa lança algumas questões: será o setor das renováveis, pela sua energia limpa e verde, mais atrativo para as mulheres? A transição energética está a provocar uma transição cultural e social? O que poderá ser feito para atrair mais mulheres para as áreas de engenharia?

“É com base nestas metas e questões que no dia Internacional da Mulher, a Helexia vai promover este debate. Mas esta estratégia não se vai reduzir a apenas uma iniciativa, uma vez que durante o ano 2021 estão previstas outras ações que irão dar voz a mais ‘Mulheres com Energia’ que se destaquem nas suas áreas”, promete a empresa.

Continuar a trabalhar na transição cultural

“As datas são celebradas por uma razão e embora existam claros avanços em termos de igualdade de oportunidades, ainda existe muito trabalho a ser realizado para que as mulheres tenham um papel relevante na construção de uma sociedade mais desenvolvida e justa. Estamos a viver uma fase de transição energética e é muito importante continuar a trabalhar na transição cultural, só desta forma poderemos ter o verdadeiro desenvolvimento sustentável”, afirma João Guerra, Diretor de Marketing e Comunicação na Helexia.

Sobre o evento “Mulheres com Energia”

No debate online estarão sete convidadas com experiências e percursos diferentes, mas unidas por uma enorme energia e que vão debater temas como a liderança no feminino e os desafios da transição energética:

  • Sofia Santos, economista especializada nos temas da gestão sustentável com particular foco na área de Sustainable Finance;
  • Helena Silva, Diretora executiva do CEiiA;
  • Isabel Cardoso, Administradora Executiva e Vogal do Conselho de Administração da aicep Global Parques;
  • Filipa Newton, Coordenadora de Novos Sistemas da ADENE;
  • Marta Jordão, Gestora de Projetos de Eficiência Energética da Helexia;
  • Lourença Marques, Business Travel Coordinator da Voltalia.

O debate tem a moderação da Cármen Lima Coordenadora do Centro de Informação de Resíduos e do SOS Amianto, Quercus e Conselheira do Conselho Económico e Social.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of