A Prio está a lançar a 3ª edição do Desafio Prio no Programa Eco-Escolas, centrado no tema “Resíduos, Energia do Futuro”.

As candidaturas já abriram e todas as escolas do país podem inscrever-se em priobiocombustiveis.abae.pt até ao dia 28 de fevereiro, independentemente da faixa etária dos seus estudantes.

Este é um projeto realizado em conjunto com a Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) que reconhece a necessidade de aumentar o conhecimento e interesse pela economia circular e pela mobilidade sustentável, recolha e aproveitamento de resíduos como, por exemplo, os óleos alimentares usados, que podem ser transformados em biocombustíveis avançados.

Esta 3ª edição dá continuidade à necessidade de educar os mais novos para a importância de reciclar os resíduos que podem ser aproveitados para a produção de combustíveis mais sustentáveis, com a mesma garantia de qualidade, como é o caso do biodiesel, produzido pela Prio em Aveiro.

Três escalões

Tal como nas edições anteriores, também em 2021 o Desafio Prio estará dividido em três escalões, de acordo com o grau de escolaridade e respetivo programa curricular que os jovens frequentam:

► Pré-escolar e 1º ciclo: Criação de uma história coletiva inspirada nas aventuras de um óleão;

► 2º e 3º ciclo: Banda desenhada com o título “O óleão chegou ao Bairro”, uma ilustração inspirada nas aventuras do óleão que chega ao bairro, baseando-se na temática de desenvolver ideias inovadoras para o futuro dos resíduos e do planeta;

► Ensino secundário, profissional e universitário: Criação de um vídeo de um minuto e meio e/ou de uma infografia inspirada no tema “O Posto (de combustível) do Futuro | 2030”, inspirada na importância da produção de combustíveis a partir dos resíduos. Devem ser apresentados pelo menos dois resíduos que, transformados em energia, estarão presentes no posto do futuro, promovendo assim uma mobilidade mais sustentável;

Depois de inscritas, as Eco-escolas terão até 30 de maio para submeter os trabalhos de acordo com o regulamento e serão premiados os trabalhos que mais se destaquem em cada um dos escalões.

A segunda edição, que terminou em agosto de 2020, contou com 136 Eco-Escolas inscritas, divididas por 15 distritos e pelas duas Regiões Autónomas, impactando cerca de 51.000 alunos de todas as faixas etárias.

Entre tablets, livros e material informático, a Prio conta distribuir 5.000€ em prémios às Eco-escolas, aos professores responsáveis e aos alunos de cada trabalho vencedor.

Para Carolina Gautier, gestora de projetos na Prio, “este é um projeto em que acreditamos muito. Com estes desafios os mais novos podem aprender de forma divertida, adquirindo conhecimentos que no futuro irão ajudá-los a terem mais consciência sobre como, através de pequenos gestos do nosso dia-a-dia, conseguimos contribuir para tornar o nosso planeta mais sustentável. Em Portugal os níveis de reciclagem ainda são muito baixos, mas isso só vai mudar se alertarmos as pessoas para a importância deste gesto. Contamos com os mais novos para nos ajudarem nessa sensibilização”.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of