A Jaguar Land Rover anunciou a sua nova estratégia global a que deu o nome de “Reimagine”.

O plano pressupõe a reinvenção da Jaguar como marca de luxo integralmente elétrica, a partir de 2025, e a eletrificação da Land Rover com o lançamento nos próximos cinco anos de seis versões puramente elétricas. E a aposta no hidrogénio, através de veículos fuel cell.

Carbono zero em 2039

A estratégia, anunciada pelo CEO da Jaguar Land Rover, Thierry Bolloré, visa tornar a empresa, que reúne estas duas marcas, carbono zero até 2039: “O objetivo da Jaguar Land Rover é atingir zero emissões de carbono na sua cadeia de fornecedores, produtos e operações até 2039”, indica a fabricante.

Para essa meta, há o compromisso de destinar no orçamento anual do fabricante, aproximadamente 2,5 mil milhões de libras (2,8 mil milhões de euros).

Essa verba será canalizada para investimentos em tecnologias de eletrificação e no desenvolvimento de serviços conectados para melhorar as deslocações e as experiências dos clientes, bem como em tecnologias centradas na informação que vão reforçar o ecossistema de utilização.

Investimento em hidrogénio

Um dos pontos relevantes é a adoção da tecnologia de bateria de combustível de hidrogénio limpo.

O desenvolvimento já está em curso e os protótipos vão chegar às estradas do Reino Unido nos próximos 12 meses, integrado num programa de investimento a longo prazo.

Dentro do grupo, a Land Rover deverá ser o emblema preferencial a acolher versões fuel cell, dado que a fórmula de conseguir maiores autonomias elétricas e zero emissões locais sem tornar os já de si pesados SUV britânicos mais “gordos” (com mais packs de baterias) é apostar na produção de eletricidade a bordo, via células de combustível e hidrogénio.

Os modelos de maior porte do construtor, como o Range Rover, Range Rover Sport ou Range Rover Velar, são, por isso, aqueles que estão mais na calha para vir a adotar a tecnologia fuel cell no futuro.

Em termos oficiais não há muito mais dados, porém, este investimento, que está integrado no Projeto Zeus, financiado pelo Governo inglês, poderá passar numa primeira fase por um I-Pace ou por um modelo da dimensão de um Evoque a hidrogénio.

Este movimento da Jaguar Land Rover está também a ser impulsionado pelo anúncio do governo inglês de abandonar a comercialização de modelos com motores de combustão em 2035.

Plataformas a usar

Até 2030, a Jaguar e a Land Rover vão disponibilizar um conjunto de modelos com energia totalmente elétrica em todas as suas respetivas gamas.

Por essa altura, em complemento dos 100% das vendas Jaguar, espera-se que cerca de 60% dos Land Rover vendidos sejam também de veículos equipados com motores sem emissões de gases de escape.

Neste contexto, a Land Rover vai utilizar a nova e flexível Modular Longitudinal Architecture (MLA). Vai disponibilizar motores de combustão interna (ICE) eletrificados e versões integralmente elétricas à medida que a empresa desenvolve e evolui a sua gama de produtos no futuro.

Em complemento, a Land Rover irá também utilizar a Electric Modular Architecture (EMA) que permite também a utilização de motores ICE eletrificados avançados.

Os futuros modelos Jaguar serão produzidos numa arquitetura exclusivamente elétrica.

Numa perspetiva de produção, isto significa que a Jaguar Land Rover irá manter as suas instalações de produção e montagem no Reino Unido e em todo o mundo. Além de produzir a arquitetura MLA, a fábrica de Solihull, em West Midlands, vai sedear a futura plataforma de eletrificação avançada da Jaguar.

Jaguar será 100% elétrica

“Em meados desta década, a Jaguar irá emergir como uma nova marca luxo puramente elétrica com um portefólio de grande beleza, com designs emocionais e envolventes, e tecnologias pioneiras de nova geração”, promete o construtor.

Primeiro Land Rover EV em 2024

Mantendo as suas três famílias Range Rover, Discovery e Defender, o primeiro modelo Land Rover integralmente elétrico será lançado em 2024.

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors
Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
trackback

[…] combustível provenientes de diferentes quadrantes, casos de Hyundai, BMW, Renault, Honda, Bentley, Jaguar Land Rover, Iveco, Toyota e Grupo Stellantis (com as suas marcas Peugeot, Citroën e […]