As nomeações para a 2ª edição do Prémio Gulbenkian para a Humanidade, que distingue anualmente pessoas e/ou organizações empenhadas na mitigação e adaptação às alterações climáticas, decorrem até 28 de fevereiro.

As nomeações têm de chegar até 28 de fevereiro.

O Prémio Gulbenkian para a Humanidade distingue pessoas e/ou organizações de todo o mundo cujas contribuições para a mitigação e adaptação às alterações climáticas se destaquem pela sua originalidade, inovação e impacto.

O prémio, no valor de 1 milhão de euros, é atribuído anualmente e na sua primeira edição foi ganho pela ativista Greta Thunberg.

A iniciativa visa “contribuir para a aceleração da descarbonização da economia, proteger pessoas e sistemas naturais dos efeitos associados à crise do clima e promover uma sociedade mais resiliente e preparada para o futuro”, refere a Gulbenkian.

A 2ª edição do Prémio Gulbenkian para a Humanidade sublinha o compromisso da Fundação Gulbenkian para com a urgência da ação climática.

“Os últimos cinco anos foram os mais quentes desde que há registo e este aumento da temperatura global, causado por níveis excessivos de gases de efeito de estufa na atmosfera, está a provocar graves desequilíbrios no planeta. Além dos impactes no ambiente – a perda de biodiversidade e o colapso dos ecossistemas naturais –, as alterações climáticas afetam componentes essenciais do bem-estar humano e do desenvolvimento socioeconómico”, refere a Gulbenkian para a qual “sem uma mudança drástica, a humanidade continuará a sofrer estas consequências, especialmente aqueles que se encontram em situação de maior vulnerabilidade”.

A revelação do grande vencedor ocorrerá a 20 de julho de 2021.

As nomeações são feitas através desta página online.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of