Lançar globalmente uma nova marca em plena pandemia. Esse foi o desafio que a Cupra enfrentou este ano, tendo apostado na digitalização para treinar os mais de 600 Cupra Masters.

A realidade virtual permitiu reunir estes especialistas da marca em cada comcessionário, com os seus respetivos avatares, para transmitir os valores e pilares da marca.

“Como organização contemporânea nascida no século XXI, somos uma marca digital nativa que tem por objetivo aproveitar o poder da tecnologia para gerar emoções. As interações sociais de hoje são globais e digitais. Não há fronteiras para a tribo Cupra. A nossa atitude pioneira levou-nos a criar espaços e conteúdos digitais onde a nossa tribo possa conhecer e ter experiências com a marca”, diz Antonino Labate, Diretor de Estratégia, Desenvolvimento de Negócios e Operações da Cupra.

A formação dos Masters tem sido realizada na digital Cupra e-Garage, no qual se podem explorar os modelos da Cupra e descobrir todo o tipo de conteúdos da marca.

Trata-se de uma nova plataforma virtual onde os utilizadores podem configurar o seu avatar e interagir com outras pessoas por voz e por chat.

Auditório virtual Cupra para formações

“A nossa estratégia de distribuição visa oferecer uma experiência centrada no relacionamento pessoal com os nossos clientes, e neste espaço virtual os Cupra Masters encontrarão as ferramentas e formação necessárias”, afirma o responsável pela experiência de cliente da Cupra, Khaled Soussi.

Mais de 600 elementos de 35 países participaram na primeira convenção da marca num auditório virtual com o Cabo Formentor como cenário

O espaço conta ainda com um auditório para realizar apresentações ao vivo e receber formações. Na sua primeira convenção virtual, Cupra Masters de 35 países diferentes reuniram-se, mesmo estando a centenas de quilómetros de distância, para ter formação e assim se converterem em vendedores especializados.

“Mais do que uma convenção, é uma experiência imersiva com comunicação em tempo real na qual descobrimos uma nova forma de nos encontrar e partilhar as nossas experiências e conhecimentos. Esta é uma resposta para digitalizar todo o processo de qualificação e criar um espaço onde a gamificação, a personalização e o envolvimento desempenham um papel fundamental”, acrescenta Khaled Soussi.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of