Com o novo confinamento geral decretado pelo Governo por causa da COVID-19 e que leva à interrupção das aulas, vêm também alguns desafios que a tecnologia pode ajudá-lo a ultrapassar.

Sendo a regra “ficar em casa”, a SPC, empresa tecnológica especializada no desenvolvimento de produtos eletrónicos de consumo, elaborou um conjunto de dicas de como pode preparar a sua casa com recurso à tecnologia, gerir o teletrabalho e, ainda, entreter os mais pequenos para que possa dar atenção às suas funções profissionais.

Adaptar a casa ao teletrabalho – um desafio possível de concretizar

“Alguns trabalhos exigem um certo tipo de ambiente – os designers, por exemplo, não podem ter uma luminosidade demasiado alta sob pena de fazer reflexo no ecrã do computador e comprometer os seus trabalhos. Assim, um dos desafios deste confinamento passa por adaptar a casa às necessidades do teletrabalho, mas é algo que se consegue facilmente”, afirma a SPC que dá como exemplo as lâmpadas inteligentes e, em concreto, o modelo que comercializa, a Aura, que permite ajustar a cor, tonalidade do branco e intensidade através do smartphone, graças à sua ligação WiFi.

“Pode também ser associada a outros produtos SPC Smart Home e criar uma rotina como, por exemplo, desligar-se quando se sai de uma sala” para poupar na fatura da luz, afirma a SPC: “Com a Aura pode diminuir a luz ou a intensidade para que não faça reflexo no seu ecrã e, no momento a seguir, aumentá-la para atender a videochamada que acabou de entrar”.

Estes especialistas sugerem o uso de auriculares como uma forma dos pais se concentrarem nos seus trabalhos, quando os seus filhos estão a ver televisão ou o seu companheiro também precisar de ter reuniões em casa.

A SPC aconselha, em especial, o uso de auriculares com tecnologia ativa de cancelamento de ruído (ANC) que permite abafar os ruídos presentes na casa. Por seu lado, este género de dispositivos (a marca dá o exemplo dos SPC Ether Pro, com Wireless e conexão Bluetooth), possibilita o cancelamento de ruído ambiente (ENC), o qual será ativado automaticamente, para total clareza durante a conversa.

Entreter as crianças? A tecnologia pode ser uma aliada

Trabalhar ao som de “mãe, olha isto” ou “pai, anda cá”, pode ser verdadeiramente desafiante. Se tem crianças mais pequenas, então o truque é mantê-las ocupadas. “Por vezes tudo o que querem é estar na companhia dos pais ainda que estejam a fazer coisas distintas, por isso, enquanto trabalha no seu computador, permita que o seu filho jogue no seu smartphone ou no tablet”, refere a SPC.

Ainda assim, adverte a empresa tecnológica, “não se esqueça de estabelecer um limite de quanto tempo o seu filho pode jogar”.

“Através do seu smartphone ou mesmo do tablet, pode fazer uma videochamada com os amigos do seu filho e deixá-los à conversa e entretidos, para que o seu processo de socialização seja o menos prejudicado possível”, é outra sugestão dada.

Poupar na fatura de eletricidade? Os equipamentos inteligentes podem ser a solução

Com o teletrabalho, a fatura da luz acaba por aumentar: “Mesmo que ignorássemos o facto de estarmos no mínimo 8 horas a utilizar o computador e a internet, a verdade é que estando em casa acabamos por deixar a televisão ligada mesmo que não a estejamos a ver, deixamos luzes acesas sem querer, ligamos o aquecimento durante estes dias mais frios. E tudo isso influencia a fatura que nos chega no fim do mês. Mas a verdade é que existem equipamentos preparados para nos ajudar a poupar dinheiro e a reduzir os gastos de eletricidade, que podem ser verdadeiros aliados nesta altura”, afirma esta empresa.

As tomadas inteligentes são um tipo de produto disponível para esse fim, pois permitem controlar qualquer aparelho que esteja a elas ligado, desde a máquina do café ao aquecedor, e ligá-lo ou desligá-lo através do smartphone.

A SPC, que comercializa a linha Smart Home Power (com duas tomadas “smart”, a Clever Plug Dual e a Clever Plug USB), informa que este género de dispositivos permitem poupar na conta de eletricidade, pois impedem que produtos tais como televisões ou monitores sejam deixados em standby, ao desligá-los automaticamente quando programado; assim, o consumo em standby elimina-se ao ponto de poder poupar cerca de 10% da sua fatura mensal de eletricidade de acordo com dados do Poupa Energia, uma plataforma de comparação de tarifários de eletricidade gerida pela ADENE – Agência para a Energia.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of