O Grupo Renault e a Plug Power Inc., especialistas em sistemas de pilha de combustível e serviços relacionados com o hidrogénio, anunciaram a assinatura de um memorando de entendimento para a criação de uma “joint venture” 50:50, baseada em França, e que será lançada no final do primeiro semestre de 2021.

Especialistas em soluções de ecossistemas a hidrogénio, a Plug Power já entregou mais de 40.000 sistemas a pilha de combustível, concebeu e construiu 110 estações de abastecimento capazes de distribuir mais de 40 toneladas de hidrogénio diariamente. A Plug Power é, também, uma referência tecnológica nas soluções de obtenção de hidrogénio “verde” por eletrólise.

hidrogénio

Esta parceria estratégica tem como fim o desenvolvimento, o fabrico e a venda de automóveis a hidrogénio (designadamente comerciais), bem como na oferta dos serviços associados a esta atividade.

O objetivo é alcançar uma quota de 30% no mercado europeu de veículos comerciais ligeiros a hidrogénio.

Este projeto insere-se na estratégia de descarbonização da mobilidade a nível europeu.

Projeto assente em três pilares

Em comunicado, a Renault explica que esta nova companhia pretende oferecer no mercado de veículos comerciais ligeiros, produtos e soluções únicas, integradas e diferenciadas em função das necessidades dos clientes, baseadas em três pilares fundamentais:

  • Pesquisa e desenvolvimento: O Grupo Renault e a Plug Power pretendem criar um centro de desenvolvimento da tecnologia da pilha de combustível e de veículos comerciais ligeiros equipados com esta tecnologia, assentes em plataformas já existentes e futuras. O foco inicial será centrado no segmento dos furgões Trafic e Master.
  • Produção: esta joint-venture irá combinar as capacidades de produção de automóveis do Grupo Renault com o conhecimento na produção de sistemas de pilha de combustível e soluções a hidrogénio da Plug Power, criando uma linha de produção de pilhas de combustível para a sua integração nos veículos comerciais ligeiros. Em complemento, este centro de produção irá também oferecer soluções de abastecimento, que são, um elemento chave para o desenvolvimento deste novo ecossistema do hidrogénio.
  • Vendas: esta parceria dará origem a uma empresa que cobrirá a totalidade das necessidades deste ecossistema, incluindo a comercialização dos automóveis das infraestruturas de abastecimento, o aprovisionamento do hidrogénio e uma oferta completa de serviços para os clientes. Esta oferta integrada acelerará a adoção das soluções a hidrogénio por parte das frotas.

Esta joint-venture começará a comercialização de frotas-piloto de comerciais ligeiros, a pilha de combustível, na Europa, ainda em 2021.

A conclusão deste projeto está apenas dependente das condições normalmente aplicáveis a este tipo de operação, nomeadamente a apresentação aos representantes dos trabalhadores, de acordo com a regulamentação aplicável, e a eventual autorização final das entidades da concorrência competentes: estes processos deverão estar concluídos no final do primeiro semestre de 2021.

Luca de Meo, CEO do Grupo Renault, afirma que “este projeto de ‘joint venture está perfeitamente alinhado com a nossa estratégia de oferecer nos veículos comerciais ligeiros, soluções de hidrogénio prontas a ser utilizadas. Com a Plug Power, iremos construir uma cadeia de valor única e totalmente integrada, baseada em pilhas de combustível, oferecendo aos clientes soluções prontas a usar que incluem os automóveis, estações de abastecimento e a entrega de hidrogénio descarbonizado. Com este projeto, as nossas ambições são as de colocar a França e o Grupo Renault no pináculo da evolução industrial, técnica e comercial desta tecnologia chave, e fortalecer a nossa liderança na Europa: o nosso objetivo é liderar o mercado dos comerciais ligeiros, a pilha de combustível, a nível europeu”.

Andy Marsh, CEO da Plug Power, refere que “a Plug Power orgulha-se de estar na linha da frente da inovação na indústria das pilhas de combustível a hidrogénio. Por isso mesmo, estamos entusiasmados com esta parceria com o Grupo Renault, tendo em vista a liderança do mercado de Veículos Comerciais Ligeiros a pilha de combustível, na Europa. Estamos ansiosos por trabalhar com este novo parceiro e poder combinar a nossa tecnologia com a experiência do Grupo Renault”.

Leia também:

Renault introduz versões a hidrogénio nos seus Kangoo e Master Z.E.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of