O elétrico Mercedes-Benz EQS vai estrear um novo ecrã multimédia, o MBUX Hyperscreen.

Visualmente impressionante já que ocupa praticamente toda a largura do tablier do veículo, desde o pilar A esquerdo ao pilar A direito (as saídas do ar de ventilação estão integradas nesta grande superfície digital), este novo equipamento dispõe de Inteligência Artificial (AI) – com um software com capacidade de aprendizagem, o conceito de imagem e de controlo adapta-se ao seu utilizador e fornece sugestões personalizadas relativamente a várias funções de informação e de entretenimento, conforto e condução do veículo.

Esclarece o fabricante que, graças à designada camada zero, o utilizador não necessita de percorrer todos os submenus nem fornecer comandos de voz, pois as aplicações mais importantes são sempre fornecidas no nível superior e numa vista descritiva em função da situação e do contexto. Desta forma, o condutor do EQS não necessita de realizar inúmeras etapas de operação.

A Mercedes-Benz investigou o comportamento de utilização da primeira geração do MBUX. Segundo a marca, a maioria dos casos de utilização recai no sistema de navegação, rádio/sistema multimédia e sistema de telefone.

Sugestões da Inteligência Artificial

Mais de 20 funções adicionais – desde o programa de massagem ativa, a função de lembrete do dia de aniversário, até à sugestão da lista de atividades – são automaticamente fornecidas com o auxílio da inteligência artificial quando são relevantes para o cliente.

“Módulos Mágicos” é o nome interno que os criadores deram a estes módulos de sugestão, que são apresentados na camada zero.

Premiere na China (no Auto Guangzhou 2019) do Mercedes-Benz Vision EQS

A seguir são indicados quatro exemplos de casos de utilização. O utilizador pode aceitar ou rejeitar a respetiva sugestão com apenas um clique:

Se o utilizador telefonar sempre a um determinado amigo durante o seu trajeto até casa às terças-feiras à noite, ser-lhe-á sugerido que faça uma chamada telefónica nesse dia da semana e naquele período do dia. Será apresentado um cartão de visita com a sua informação de contacto e – se armazenado – a sua imagem aparece. Todas as sugestões do MBUX estão associadas ao perfil do utilizador. Se mais alguém conduzir o EQS numa terça-feira durante a noite, esta recomendação não é fornecida – ou poderá ser fornecida outra recomendação, em função das preferências do outro utilizador.

Se o condutor do EQS utilizar regularmente a função de massagem de acordo com o princípio de pedra quente durante o inverno, o sistema aprende e sugere automaticamente a função de conforto se o ar estiver a uma temperatura de inverno.

Mercedes-Benz Vision EQS

Se o utilizador ligar regularmente o aquecimento do volante e de outras superfícies após ter ligado o aquecimento do banco, por exemplo, esta operação ser-lhe-á sugerida logo após o botão de aquecimento do banco ter sido pressionado.

O chassis do EQS pode ser elevado para aumentar a distância ao solo. Uma função útil nas entradas de garagens com elevada inclinação. O MBUX relembra a posição geográfica na qual o utilizador utilizou a função “Vehicle Lift-Up”. Se o modelo se aproximar novamente da posição geográfica em questão, o MBUX sugere automaticamente a elevação do EQS.

O próximo grande passo

Revelado em 2018 no atual Classe A, o MBUX (Mercedes-Benz User Experience) está em mais de 1,8 milhões de modelos ligeiros de passageiros Mercedes-Benz em todo o globo. A divisão de veículos comerciais ligeiros também conta com o contributo do MBUX. Há alguns meses, a segunda geração deste sistema com capacidade de aprendizagem foi lançada no novo Classe S. Segue-se agora o próximo grande passo na forma do novo EQS e no MBUX Hyperscreen disponível como opção.

O passageiro dianteiro também tem a sua própria área de ecrã e de controlo, que torna as viagens mais agradáveis e entretidas. Com até sete perfis, é possível personalizar o conteúdo. Contudo, as funções de entretenimento do ecrã do passageiro só estão disponíveis durante o deslocamento do veículo se a legislação específica do país em questão o permitir. Se o banco do passageiro não estiver ocupado, o ecrã torna-se uma peça digital decorativa. Neste caso, são apresentadas estrelas animadas, ou seja, o Padrão Mercedes-Benz.

O passageiro dianteiro também tem a sua própria área de ecrã e de controlo.

Para fornecer uma imagem mais brilhante é utilizada tecnologia OLED nos ecrãs central e do passageiro dianteiro. É aqui que os pontos individuais da imagem são Auto luminosos – os pixéis não controlados da imagem permanecem desligados, o que significa que surgem com a cor preto (completa ausência de luz). Por outro lado, os pixéis ativos OLED, emitem uma cor de alto brilho, resultando num elevado contraste, independentemente do ângulo de visão e das condições de iluminação.

No MBUX Hyperscreen, as funções importantes da cadeia cinemática elétrica, como a potência suplementar ou a recuperação de energia, são indicadas numa nova forma, com um grampo móvel, com o intuito de serem mais tangíveis.

Mercedes-Benz Vision EQS, apresentado no salão de Frankfurt de 2019

Características e dados fundamentais do ecrã

• Com o MBUX Hyperscreen, vários ecrãs aparentam unir-se continuamente, resultando numa impressionante tela larga e curvilínea de 141 centímetros. A área que os passageiros poderão usufruir é de 2,432.11 cm2.

• O vidro de grandes dimensões que protege o ecrã é moldado tridimensionalmente durante o processo de moldagem a uma temperatura de aproximadamente 650°C. Este processo permite uma visualização sem distorção do ecrã em toda a largura do veículo, independentemente do seu raio.

• Para obter as aplicações mais importantes, o utilizador só necessita de percorrer os níveis do menu inicial. É por essa razão que a Mercedes-Benz designa este conceito por camada zero.

• Dois revestimentos da tela de proteção reduzem as reflexões e tornam a limpeza mais fácil. O próprio vidro curvilíneo é constituído por silicato de alumínio particularmente resistente a riscos.

• 8 unidades de processamento central, 24 Gb de memória RAM e 46.4 Gb/s de largura de banda da memória RAM são algumas das especificações técnicas do MBUX.

• Com a medição de dados de uma câmara multifunções e também de um sensor de luminosidade, o brilho do ecrã é adaptado à luminosidade natural.

• Com até sete perfis, a secção do ecrã pode ser personalizada para o passageiro dianteiro.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of