A LG Electronics e a Magna International Inc. anunciaram uma joint-venture para fabricar e-motores, inversores e carregadores de bordo e, para alguns fabricantes, sistemas de e-drive relacionados para apoiar a crescente mudança global em direção à eletrificação de veículos.

A nova empresa, cujo nome provisório é LG Magna e-Powertrain, une a força da Magna em sistemas de transmissão elétrica e produção automóvel de classe mundial com a expertise da LG no desenvolvimento de componentes para e-motores e inversores, acelerando o crescimento de ambos os parceiros no mercado do powertrain elétrico.

A joint-venture vem permitir que as duas empresas continuem a aumentar a sua oferta de produtos de powertrain elétrico, aproveitando as tecnologias, recursos de engenharia e pegadas globais já existentes.

Espera-se que o mercado de e-motores, inversores e sistemas elétricos tenha um crescimento significativo até 2030, sendo que esta joint-venture terá como alvo este mercado global de rápido crescimento com um portefólio de elevada qualidade.

A LG tem experiência no desenvolvimento de componentes de veículos elétricos, principalmente para os modelos Chevrolet Bolt EV e Jaguar I-Pace.

A LG vem, assim, ajudar a acelerar o tempo de lançamento de novos produtos da Magna no mercado e a escala de produção de componentes elétricos. Por sua vez, a integração de software e sistemas é uma das competências que a Magna traz para este empreendimento.

“Apoiar fabricantes de automóveis”

“Esta parceria está totalmente em linha com a nossa estratégia de vanguarda no mercado elétrico para apoiar os fabricantes de automóveis com um portefólio diversificado e de classe mundial”, afirma o presidente e novo CEO da Magna. Swamy Kotagiri entende que “ao combinar os nossos pontos fortes, esperamos ganhar eficiência nos investimentos e velocidade de lançamento no mercado através de sinergias de valorização, ao mesmo tempo em que continuamos a capitalizar na aceleração do mercado do powertrain elétrico.”

através deste acordo, a LG vai entrar numa nova fase do seu negócio de componentes de automóveis

Por seu lado, Kim Jin-yong, presidente da LG Electronics Vehicle Component Solutions Company sublinha que, “cada vez mais, os fabricantes precisam de ser disruptivos para manter posições de liderança no mercado elétrico e, através deste acordo, a LG vai entrar numa nova fase do seu negócio de componentes de automóveis, o que se afigura como uma oportunidade de crescimento de enorme potencial”.

Kim Jin-yong acrescenta: “Acreditamos que a união do nosso know-how com a extensa história da Magna vai transformar rapidamente o espaço do powertrain elétrico de forma mais rápida.”

A joint-venture incluirá mais de mil colaboradores provenientes da unidades da LG nos EUA, Coreia do Sul e China.

Processo concluído em julho

O processo deverá ser concluído em julho de 2021, estando sujeito a uma série de condições, incluindo a aprovação por parte dos acionistas da LG e o cumprimento de todos os regulamentos necessários.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of