Ao anunciar a transição da Toyota de fabricante de automóveis para uma empresa de mobilidade no CES nos Estado Unidos em janeiro de 2018, o presidente Akio Toyoda também anunciou o e-Palette como um símbolo de mobilidade que vai além dos automóveis para fornecer serviços aos clientes e novas soluções de valor.

A Toyota Motor Corporation (Toyota) anunciou agora um novo sistema de gestão de operações para apoiar a prestação de serviços de mobilidade autónoma no Japão.

Este sistema de gestão permitirá o uso real do e-Palette, um veículo 100% elétrico para aplicações de mobilidade Autono-MaaS (Autonomous-Mobility as a Service) para futuros serviços de mobilidade.

O e-Palette, concebido para ser um veículo autónomo, teve a sua estreia no Salão Automóvel de Tóquio de 2019.

“A disseminação da COVID-19 no ano passado mudou a maneira como vivemos, criando necessidades mais diversas de mobilidade que incluem transporte que permite o distanciamento adequado entre os passageiros e um futuro de transporte de bens e serviços, em vez da deslocação das pessoas. O envelhecimento da sociedade no Japão também irá levar a uma série de problemas de mobilidade, logo as comunidades vão precisar cada vez mais de novos serviços de mobilidade, como o e-Palette e outras opções Autono-MaaS, para resolver esses problemas”, salienta o construtor japonês.

Serviços de mobilidade “just-in-time”

Precisamente para esse efeito, a Toyota irá realizar serviços de mobilidade “just-in-time” que “vão para onde é necessário, quando necessário e à hora necessária” e que fornecem os serviços e bens necessários, quando e onde é necessário.

Desta feita, desenvolveu um sistema de gestão de operações para veículos e-Palette baseado na filosofia do Toyota Production System (TPS). 

Este sistema de gestão de operações será fornecido como novas funções na Plataforma de Serviços de Mobilidade da Toyota (MSPF – Mobility Service Platform) e compreenderá o Sistema de Gestão de Mobilidade Autónoma (AMMS – Autonomous Mobility Management System), para a conectividade entre veículos e na e-Palette (e-TAP -Task Assignment Platform) uma plataforma para conectar aos telemóveis das pessoas. O sistema irá reduzir o tempo de espera do cliente e com menor congestionamento para garantir que os serviços ofereçam segurança, tranquilidade e conforto.

Em colaboração com uma série de parceiros, este veículo está também previsto em serviços de mobilidade na Woven City, uma cidade do futuro totalmente conectada, ao mesmo tempo que visa o uso comercial do e-Palette em várias áreas e regiões nos primeiros anos da década de 20.

O e-Palette irá ainda fornecer um serviço de transporte circular para atletas e equipas nas vilas Olímpicas e Paraolímpicas dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio, que foi adiado para julho de 2021.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of