A família 100% elétrica da Volkswagen promete crescer depressa nos próximos tempos e a marca alemã tem já sido vista em testes de estrada de inverno, na Europa e na China, a afinar o ID.6.

Trata-se de um SUV que é a versão de produção do ID Roomzz Concept (visto no Salão de Xangai de 2019) e que, na sua configuração de protótipo, pode albergar três filas de assentos.

Volkswagen ID Roomzz Concept no Salão de Xangai, em 2019

A versão final deve assegurar sete lugares, numa disposição clássica 2+3+2, o que significa que o Tesla Model X passará a ter companhia no capítulo dos SUV elétricos para sete pessoas.

Nalguns dos testes do ID.6 e para despistar atenções, a VW optou por camuflar o seu modelo com uma dianteira que o assemelha a um Peugeot 5008.

Ao contrário do Tesla Model X (com portas de abertura em asa de falcão) e do ID Roomzz Concept (com portas deslizantes), a versão do ID.6 que irá para venda terá portas de abertura convencional.

O SUV funcionará como uma espécie de irmão maior do ID.4.

As portas de abertura deslizante que o protótipo exibiu não irão seguir para produção

Maior do que o ID.4

De acordo com as informações disponíveis e tomando como referência o ID.4, o ID.6 deve ser cerca de 20 cm mais comprido do que o ID.4 e terá uma distância entre eixos cerca de 33 cm maior.

Por outras palavras, estaremos a falar de um veículo com 4790 mm de comprimento, 1845 mm de largura, 1654 mm de altura e 3100 mm de distância entre eixos.

O Volkswagen ID.6 deverá ser apresentado em 2021 e será, na altura da chegada aos concessionários (possivelmente em 2022), o maior elemento da jovem família elétrica ID da Volkswagen.

Em prestações, o ID Roomzz Concept foi apresentado como acelerando dos 0 aos 100 km/h em 6,6 segundos e atingindo uma velocidade máxima de 180 km/h.

Que baterias terá?

Não há dados oficiais, mas fala-se que o veículo na Europa possa ter dois packs de baterias, um de 52 kWh e outro de 77 kWh. Com a capacidade líquida de 77 kWh (83 kWh no total), o ID.6 pode ter uma autonomia de 450 km.

Outras fontes falam na possibilidade da viatura poder, igualmente, apresentar um pack de baterias de maior capacidade, de 111 kWh, que permitiria esticar o alcance até 600 km.

Todos estes elementos terão, naturalmente, de esperar pela confirmação oficial quando o SUV for lançado.

Potência e tração

O modelo assenta na plataforma MEB e poderá debitar 225 kW de potência, algo como 305 cv.

O cenário de tração integral para o SUV é, neste momento, plausível. Nesse sentido, as variantes base podem apresentar tração traseira, reservando-se as unidades mais caras para um sistema com duplo motor e tração de tração integral.

O veículo irá vender-se na Europa, ainda que China e EUA devem ser os mercados comercialmente mais fortes.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of