Biosupra 360: uma alternativa orgânica e biológica ao glifosato

0
265

A Inokem é uma empresa 100% portuguesa com um departamento ligado exclusivamente à biotecnologia. Em 2019 o grupo desenvolveu o Biosupra 360, uma solução orgânica feita à base de componentes biológicos.

Segundo defende o CEO da Inokem, “o Biosupra 360 surge como uma alternativa do futuro na limpeza urbana”. Pedro Santos Martins garante que a solução “elimina ervas daninhas e permite limpar e desodorizar os passeios, garantindo sempre a segurança das pessoas”.

Ao longo do último ano o produto tem vindo a ser testado por mais de trinta unidades públicas e privadas. Incluindo câmaras municipais, juntas de freguesia e empresas de limpeza urbana nacionais. Através destas entidades o produto tem sido aplicado em passeios, estradas, valetas, áreas industriais, áreas urbanas, espaços verdes, vias férreas, canais, etc.

Mais uma vez, salientar que a composição do Biosupra 360 ajuda a garantir a segurança de quem utiliza as vias públicas enquanto está a ser efetuada a limpeza urbana com recurso a este produto. Bem como a segurança dos profissonais que aplicam a solução.

A juntar às suas mais valias, temos ainda o facto do Biosupra 360 estar associado a uma campanha de sensibilização. Por cada embalagem desta solução que for vendida uma árvore será plantada.

Alternativa orgânica ao glifosato

O glifosato é um ingrediente ativo dos herbicidas mais utilizados no mundo. Apesar de potencialmente tóxico para o ser humano, é utilizado na eliminação de ervas daninhas. Tanto em ambientes urbanos como em contexto agrícola.

Em 2015, a Organização Mundial da Saúde considerou o glifosato “um carcinogénico provável para o ser humano”. Apesar disso, e após os representantes da União Europeia terem discutido a sua utilização, a licença de uso de glifosato foi prolongada até 2022. Daqui a pouco mais de um ano será feita uma nova avaliação dos riscos associados a este produto.

Em dezembro de 2019 tentou-se, através do parlamento português, restringir a utilização de glifosato no nosso país. Contudo, a medida a acabou por não ser implementada. No passado mês de setembro, quase um ano depois do debate no parlamento português, os Açores decretaram a proibição do uso de glifosato em espaços públicos.

Apesar de não estarem comprovadas as consequências da exposição das pessoas ao glifosato, é provável que este prejudique a saúde das mesmas. Por essa razão torna-se pertinente, e até necessário, o desenvolvimento de soluções alternativas a este produto. Ainda mais se estas forem orgânicas e biológicas como o Biosupra 360, lançado para o mercado pela Inokem.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of