Nos primeiros 10 meses do ano foram registados quase 80 mil carregamentos nos postos da rede Mobi.e.

O número consta de um balanço da atividade que a entidade gestora da mobilidade elétrica fez, no contexto de um evento em que deu a conhecer a sua nova identidade e posicionamento (ver informação mais abaixo – “nova assinatura”).

Estes quase 80 mil carregamentos foram efetuados em mais de 2.000 pontos de carregamento (tomadas) existentes em 1.000 postos de carregamento detidos por um total de 58 OPC (Operador de Posto de Carregamento) que constituem a rede Mobi.e.

Sabia que…
… existem 18 CEME (Comercializadores de Eletricidade para a Mobilidade Elétrica) que disponibilizam eletricidade na rede Mobi.e?

Nova assinatura e identidade

Cinco anos depois de ter sido criada com o objetivo de repor em funcionamento a rede piloto de postos de carregamento, a Mobi.e apresentou uma nova assinatura sob o mote “Damos Vida ao Futuro” que traduz um novo posicionamento da entidade gestora da mobilidade elétrica.

Esse novo alinhamento tem por base o facto da Mobi.e, enquanto gestora da mobilidade elétrica, pretender passar a comunicar e informar de forma mais clara com os portugueses em relação ao tema da mobilidade elétrica.

“Queremos ser o motor que dá vida ao ciclo da mobilidade e, com a nossa experiência e know-how, pretendemos dar vida a uma nova mobilidade, mais inovadora e contagiante. Queremos reforçar o nosso papel enquanto instrumento público do Estado para o desenvolvimento de uma mobilidade sustentável e atuar no mercado regulado enquanto Entidade Gestora da Rede de Mobilidade Elétrica” refere Luís Barroso, Presidente da Mobi.e.

Considerando que existe “ainda um grande desconhecimento sobre esta tecnologia, como funciona, quanto custa, qual o seu contributo para a descarbonização”, a Mobi.e anuncia que “para o próximo ano temos objetivos muito ambiciosos, além de concretizarmos investimento, vamos combater a desinformação e credibilizar o nosso modelo. Estamos a trabalhar num plano para dar a conhecer a Mobi.e e a rede Mobi.e, daí estarmos a apresentar este novo posicionamento e nova assinatura sob o mote ‘Damos Vida ao Futuro’. Estamos também a trabalhar nas redes sociais da Mobi.e [Facebook e Linkedin serão as redes em que a Mobi.e irá apostar numa primeira fase, n.d.r.] e no desenvolvimento de um novo site [previsivelmente a lançar no início de 2021, n.d.r.], assim como num conjunto de ações que permite dar a conhecer a mobilidade elétrica e o funcionamento da rede Mobi.e”, refere Luís Barroso.

Para a Mobi.e, os objetivos para 2021 passam pela consolidação do modelo da mobilidade elétrica.

Desde o início da fase plena de mercado da mobilidade elétrica, a 1 de julho de 2020, a Mobi.e tem vindo a transferir gradualmente as competências para os agentes de mercado, numa altura em que a rede Mobi.e conta com a cobertura geográfica de 268 municípios com postos de carregamento e tem como objetivo alcançar a totalidade dos municípios até ao final deste ano.

Num evento online, os responsáveis da Mobi.e deram conta de que outros países começam a constatar as mais-valias do modelo de mobilidade elétrica português e a analisar a forma de o importar, como é o caso da cidade de Hamburgo, na Alemanha, da Turquia ou mesmo do Reino Unido.

Atuação em 4 domínios:

Enquanto instrumento público para o desenvolvimento da mobilidade sustentável, a Mobie.e deu conta de que irá atuar em quatro domínios. 1) Promover a mobilidade elétrica como uma solução de futuro; 2) Concretizar as políticas públicas que o Governo defina para o desenvolvimento da mobilidade elétrica e a sua integração com outros modos; 3) Contribuir ativamente para acelerar o processo de transição para a mobilidade elétrica; 4) e Monitorizar o desenvolvimento da rede de carregamentoi, propondo ajustamentos que se entendam necessários para melhorar a sua eficiência e contribuindo para a sua implementação.

A Rede Mobie. em números:

  • Rede Mobie.e com mais de 1.000 postos de carregamento
  • Objetivo de terminar o ano com 1.400 postos de carregamento
  • Mais de 2.000 pontos de carregamento (tomadas)
  • Cobertura de 268 municípios com postos de carregamento (inclui Regiões Autónomas)
  • Cobertura de mais de 85% de municípios com postos de carregamento
  • Objetivo de cobertura de todos os municípios com postos de carregamento até ao final do ano
  • Nos primeiros 10 meses do ano foram registados quase 80 mil carregamentos
  • A utilização da rede Mobi.e já permitiu poupar 13 mil ton de CO2
  • Investimento da Mobi.e, em 2020, de cerca de 3 milhões de euros
  • 58 OPC (Operador de Posto de Carregamento) constituem a rede Mobi.e
  • 18 CEME (Comercializadores de Eletricidade para a Mobilidade Elétrica) disponibilizam eletricidade na rede Mobi.e

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of