PURE ETCR será o primeiro campeonato mundial de carros de turismo totalmente elétricos e multimarcas e esta semana esta nova modalidade teve um evento de lançamento formal na cidade dinamarquesa de Copenhaga.

Copenhaga foi escolhida para este evento, pelo seu compromisso ambiental, dado que a cidade tem como objetivo tornar-se a primeira capital do mundo neutra em carbono em 2025.

Este campeonato que tinha, até ao momento como equipas e modelos confirmados o e-Racer da Cupra e o Alfa Romeo Giulia ETCR da Romeo Ferraris (uma companhia sediada em Monza), passou, igualmente, a contar oficialmente com mais um construtor, a Hyundai com o seu Veloster N ETCR.

Para o campeonato, a Hyundai terá Augusto Farfus (Brasil) como piloto, ao passo que a Cupra contará com Mattias Ekström (Suécia) e Jordi Gené (Espanha) para guiar os seus veículos.

A equipa Romeo Ferraris participará com Jean-Karl Vernay (França).

Nas próximas semanas, admite-se que outras marcas possam vir a ser anunciadas para integrar esta competição.

Os carros da ETCR usarão motores fornecidos pelos organizadores desta série com os fabricantes a recorrerem aos seus próprios designs e chassis. O kit comum incluirá motores, inversor, bateria, centralina, caixa de velocidades Magelec Propulsion, sistema de refrigeração, conversores DCDC fabricados pela BrightLoop e pneus Goodyear Eagle F1 SuperSport.

Os veículos têm dois motores elétricos no eixo traseiro, produzindo 300 kW de potência contínua e 500 kW de potência no seu máximo, o equivalente a 680 cv no pico. O binário é de 960 Nm.

As baterias terão uma capacidade de 65 kWh e 800V (refrigeradas de modo líquido), sendo fornecidas pela Williams Advanced Engineering, que também é parceiro da Fórmula E.

A recarga das baterias virá de geradores de hidrogénio que fornecerão uma carga de 90% a partir de 10% em apenas uma hora, para garantir um regresso para corridas ultrarrápidas. A ideia é: “disparar, voltar a carregar para voltar a poder disparar”.

Um misto de pistas permanentes e circuitos de rua formarão a base do calendário de 2021, com um formato de corrida pouco tradicional assente em eliminatórias (corridas curtas) até à Grande Final.

O CAMPEONATO PURE ETCR COMEÇARÁ EM 2021. NO ANO DE ARRANQUE TERÁ oito provas. para já a organização refere QUATRO PROVAS NA EUROPA E DUAS NA ÁSIA.

Haverá partida de três carros em paralelo, duas rondas de mangas (as “batalhas”), entre duas a quatro voltas com eliminação direta que determinarão os seis melhores. O vencedor de cada evento será conhecido como “Rei do fim de semana” e terá direito a uma volta de qualificação e participação na final, com maior quilometragem.

As corridas estarão limitadas a 8 a 10 km, demorando cerca de 21 minutos cada.

Antes da época 2021 começar, a organização do campeonato PURE ETCR prevê organizar outros eventos promocionais da nova competição, entre os quais se destacam o de 31 de outubro a 1 de novembro em Aragón (Espanha) e o de 14 e 15 de novembro em Itália, no Circuito de Adria.

Depois da Fórmula E, esta nova modalidade é, a par da também nova Extreme E Racing, mais uma prova de que a mobilidade elétrica está também a contagiar fortemente a competição automóvel.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of