A Kia acaba de introduzir no mercado a versão híbrida plug-in do crossover XCeed.

A estreia perante o grande público irá acontecer já este fim-de-semana, no Encontro Nacional de Veículos Elétricos – ENVE 2020, em Lisboa, onde estará disponível para test-drives.

Com uma autonomia em modo elétrico de até 59 km (urbano WLTP), o Kia XCeed PHEV chega a Portugal com uma versão de lançamento denominada “First Edition”, limitada a 100 unidades e baseada num desconto de 8.500€, o que coloca o modelo com um preço promocional de 34.490 euros, para clientes particulares.

Para as empresas, a marca montou igualmente uma campanha especial que posiciona o XCeed PHEV a 27.490 euros + IVA, valor que situa o veículo no escalão mínimo de tributação autónoma de 5%.

“Queremos motivar os clientes particulares a optar pelos Plug-in”, salienta Kia
João Seabra, diretor-geral da Kia Portugal explica que, com a campanha promocional que será feita, o intuito é dar aos particulares a possibilidade de adquirirem um PHEV em condições mais favoráveis: “Queremos motivar os clientes particulares a optar pelos Plug-in, dado que o cliente normal deste género de viaturas é o cliente-empresarial, devido ao leque de benefícios fiscais de que dispõem”. Embora o PHEV tenha um custo de aquisição de cerca de quatro mil euros acima de uma unidade a gasóleo equivalente (um XCeed 1.6 CRDi ISG 7DCT TECH custa 31.060€), João Seabra considera que esta diferença pode ser amortizada ao fim de quatro a cinco anos, graças aos custos de utilização menores conseguidos pela eletrificação do Plug-in. O responsável do construtor coreano em Portugal refere que poderá vir a passar-se aqui uma reação semelhante à que no passado ocorreu junto dos consumidores, em que não obstante os veículos Diesel custarem mais do que os carros a gasolina, os condutores evidenciavam uma apetência grande pelas motorizações a gasóleo, por causa dos menores custos, tanto de combustível, como de consumo das viaturas. “O PHEV é uma proposta única, quer para particulares que procuram uma alternativa ao Diesel ou gasolina convencionais, quer para as empresas que procuram maior eficiência da sua frota, e revela a aposta da Kia num futuro que prevemos auspicioso”, aponta João Seabra.

 

O novo XCeed híbrido plug-in combina a bateria de polímero de iões de lítio de 8,9 kWh com um motor elétrico de 44,5 kW e um motor de combustão de 1,6 litros “Kappa” de 4 cilindros GDI (injeção direta de gasolina).

A potência total é de 141 cv e o binário máximo é de 265 Nm. A aceleração dos 0 aos 100 km/h é cumprida em 11 segundos.

Sabia que…
… uma em cada quatro vendas da Kia no nosso país recaiu em motorizações eletrificadas, entre Diesel semi-híbridos (MHEV), híbridos (HEV), híbridos plug-in (PHEV) e veículos elétricos (VE)?

A caixa é de 6 velocidades de dupla embraiagem (6DCT).

A autonomia no modo exclusivamente elétrico é de 59 km (ciclo urbano WLTP).

 

Em termos de carregamento, o XCeed PHEV possui um carregador interno com uma potência máxima de 3.3 KW (~15A), estando equipado com cabo de 220 V doméstico.

O carregamento doméstico da bateria de 8,9 kWh exige cerca de cinco horas. Se feito num posto público, não chega a três horas.

Design exterior e interior

O XCeed PHEV apresenta elementos de design próprios, de que se destaca a grelha dianteira “nariz de tigre” fechada, que contribui para a maior eficiência aerodinâmica, bem como emblemas exteriores com a indicação “eco plug-in”. Esta versão do XCeed partilha o para-choques das versões GT-Line que lhe acentua o aspeto desportivo.

O XCeed PHEV está equipado com o Sistema de Som Virtual do Motor, que emite um som com um volume até 59 dBA quando está em modo elétrico (a velocidades baixas ou em marcha-atrás), alertando assim os peões para a sua presença.

A tomada de carregamento está integrada no guarda-lamas dianteiro esquerdo.

No interior, surgem agora novas funcionalidades, designadamente o indicador de carregamento, situado na parte superior do tablier, que permite ao condutor verificar o estado de carregamento a partir do exterior, por exemplo, quando o veículo está estacionado à porta de casa.

O sistema de aquecimento, ventilação e ar condicionado “Driver Only” (ativado através de um novo botão no tablier) desativa a distribuição de ar para todas as saídas, exceto a que está mais próxima do condutor.

Concebido para diminuir a retirada de energia da bateria por parte do sistema de ventilação, mantém ao mesmo tempo o condutor à temperatura desejada.

A chegada desta versão híbrida plug-in ao XCeed alarga a gama dos PHEV na Kia, a qual inclui ainda o Ceed SW, Niro e Optima SW. Em termos de eletrificação, a marca possui ainda o 100% elétrico e-Niro. No início de 2021, será a vez do Sorento acolher uma motorização PHEV.

Ao invés dos sistemas de ventilação convencionais, o sistema “Driver Only” da Kia não restringe o direcionamento do ar para certas saídas, reencaminhando-o para outras. Em vez disso, desliga as próprias ventoinhas, reduzindo assim a utilização da energia na fonte.

No capítulo do infotainment, o Bluetooth permite emparelhar dois smartphones em simultâneo, um dos quais com função de telefone e o outro com função de media.

As baterias estão sob o banco traseiro.

Na versão híbrida plug-in, o XCeed oferece um espaço de bagageira de 279 litros sem alçapão e de 291 litros com alçapão. Para se ter uma ideia, um XCeed com motores de combustão interna possui 303 litros de arrumação.

Com os bancos traseiros rebatidos, a capacidade da mala aumenta até aos 1243 litros.

Além da bagageira e dos espaços de arrumação, existe um compartimento dedicado sob o piso da bagageira de cada um destes modelos destinado à arrumação do cabo de carregamento quando este não estiver a ser utilizado.

Face a um XCeed 1.4 T-GDi (que tem uma tara de 1406 kg), o PHEV é cerca de 100 kg mais pesado devido às baterias, para um total que varia, conforme a versão escolhida, entre 1519 kg e 1596 kg.

XCeed PHEV “First Edition”: o que inclui

O XCeed PHEV “First Edition” alinha pelas versões de topo de equipamento oferecendo, de série, Rádio e Sistema Navegação com monitor tátil de 10,25´´ (compativel com Android Auto e CarPlay), painel de instrumentos digital SuperVision com ecrã de 12,3” (e 1920 x 720 pixéis9, carregador de smartphone por indução, porta-bagagens inteligente, faróis full led, luzes de máximos automáticas, câmara de estacionamento traseira, chave inteligente (acesso “hands free”), a par de equipamentos de segurança ativa, como assistente de manutenção na faixa de rodagem, alerta de colisão frontal, entre outros. A cor de lançamento será a branca, mas haverá um leque de  mais 11 cores exteriores.

Especificações técnicas do Kia XCeed PHEV

Mais informações sobre todos os automóveis elétricos e híbridos plug in na nossa secção de mercado.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of