A Deeply revela agora a sua nova gama de t-shirts. Assente no mote “Buy a Tee, Plant a Tree”, são vários os fatores que tornam esta coleção interessante. Para começar, são peças de roupa feitas a partir de materiais sustentáveis e com base numa produção social e ética que incluí condições de trabalho justas.

A juntar a isso temos o facto de que as novas t-shirts da Deeply estarem associadas à reflorestação autóctone. Como? É simples! Parte do valor angariado com a venda de produtos “Buy a Tee, Plant a Tree” reverte para a iniciativa “Futuro – Projeto das 100 mil árvores da Área Metropolitana do Porto”.  Um projeto que conta com o esforço planeado e coordenado de diversas organizações e cidadãos. Criar e manter florestas urbanas nativas na Área Metropolitana do Porto é o principal objetivo por detrás da iniciativa.

A reflorestação da Área Metropolitana do Porto é um projeto de responsabilidade social sem fins lucrativos. Está em voga desde 2011 e pretende, acima de tudo, promover a conservação e restauro ecológico. Para isso reforça recorrentemente o apelo à produção de espécies nativas e rearborização de áreas ardidas. Estejam estas livres ou a precisar de reconversão com espécies espontâneas da região. Acreditam, assim, conseguir enriquecer a biodiversidade, sequestrar carbono, melhorar a qualidade do ar, proteger os solos. Ou seja, contribuir para uma melhor qualidade de vida da sociedade em geral.

T-shirts “Made in Portugal”

As novas t-shirts da Deeply são feitas à base de algodão 100% orgânico de qualidade superior. Quer isto dizer que é expectável que estas peças de roupa durem ainda mais tempo. Até porque a marca de surf, líder em Portugal, apostou na “intemporalidade de estação para estação”.

Além de tudo isto que já referimos sobre o projeto, estas peças de roupa ainda são fabricadas em Portugal. São ou não ótimos motivos para comprar já uma destas novas t-shirts da Deeply? Ainda não está convencido? Então atente no quão comprometida a marca está para com a sua responsabilidade ambiental, algo notório em todas as suas coleções.

Durante o fabrico destas novas peças de roupa o consumo de água e energia é baixo. Além disso, os estampados não contêm solventes (certificado OCS- Organic Content Standart). Relativamente aos tingimentos podemos dizer que estes foram desenvolvidos com recurso a corantes naturais vegetais. Mais precisamente, com pigmentos derivados de resíduos agrícolas naturais e da indústria de ervas. Tratam-se, neste caso, de corantes provenientes das galhas das árvores Quercus infectoria e Catechu da acácia.

Todos estes cuidados, além de imprescindíveis para a preservação do meio ambiente, também conferem outras vantagens. De entre as quais: looks naturais que acompanham o passar dos tempos, segundo a marca, “evoluindo com muita personalidade”. O preço destas t-shirts varia entre 25 e 30 euros.

 

Coleção Outono/Inverno 2020

As novas t-shirts já fazem parte da coleção Outono/Inverno 2020 da Deeply, cujo mote é “more to life”. Segundo a marca, a nova gama de produtos representa “o amor pela vida e pela consciência da individualidade, identidade e autoexpressão”.

Para esta nova estação a Deeply decidiu desenvolver peças descontraídas e versáteis, além de apostar em suavidade e conforto. Na gola, punhos e fundo foram feitos acabamentos manuais de desgaste, o que lhes conferiu um toque final de exclusividade. A versatilidade dos produtos concretiza-se sobretudo no facto de esta ser uma coleção heterogénea.

A par das t-shirts de algodão orgânico, a nova gama de produtos Deeply também inclui: sweats e camisolas de malha, camisas de flanela, calças slim fit e uma variedade de casacos para diversas condições meteorológicas. Já pode adquirir todos estes produtos através do website oficial da marca: http://www.deeply.com.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of