“É imperativo que design contribua para soluções do mundo atual”

A arquiteta Jeanne Gang, jurada do “Lexus Design Award 2020”, destaca que "com o nosso mundo atormentado por questões tão sérias como as alterações climáticas e as desigualdades sociais, é imperativo que o design contribua para soluções sistémicas".

0
182
design

Jeanne Gang é uma arquiteta norte-americana fundadora e responsável do Studio Gang, tendo sido considerada pela revista Time como uma das 100 pessoas mais influentes de 2019 (“Time 100”).

Jeanne Gang, arquiteta

Jurada do “Lexus Design Award 2020”, Jeanne Gang aproveitou a revelação dos vencedores deste programa promovido pela marca automóvel de luxo detida pela Toyota para destacar que o design, atualmente, tem uma relevante obrigação social a cumprir, muito para lá da mera apreciação estética.

Jeanne Gang aprofunda a linha de raciocínio de que um design que não seja funcional não é design ou é um mau design.

Da celebração da estética ousada…

Ao anunciar a decisão do painel (ver os vencedores mais abaixo no artigo), a prestigiada arquiteta lembra que “em diferentes momentos, o design celebrou a estética ousada, a funcionalidade extrema e até o humor e a inteligência”.

… ao contributo para soluções sistémicas

Mas – prossegue Jeanne Gang – “atualmente, com o nosso mundo atormentado por questões tão sérias como as alterações climáticas e as desigualdades sociais, é imperativo que o design contribua para soluções sistémicas”.

O desenho do troféu do Grande Prémio Lexus Design Award 2020 foi da autoria de Hideki Yoshimoto, vencedor da edição de 2013, agora um designer profissional de sucesso com sede em Londres.

Jeanne Gang dá como bom exemplo o projeto que venceu o Grande Prémio do Lexus Design Award 2020, o qual, na sua visão, “expande a nossa definição de design para incluir sistemas de financiamento para projetos comunitários e envolve o papel crítico que a água potável desempenha na capacidade dos cidadãos de prosperar”.

“Ao abordar a forma como o projeto será concretizado e sustentado economicamente, os designers ampliam o nosso pensamento sobre o que o design é e poderia ser. Embora o projeto seja um aparelho para recolher e armazenar água da chuva para consumo seguro, é também um plano financeiro para dar poder a uma comunidade”, aponta Jeanne Gang.

Grupo de designers BellTower, do Quénia, foi
o vencedor do “Lexus Design Award 2020”.


Utilização de planos inteligentes de código aberto para projetar comunidades acessíveis com recursos sustentáveis de água potável distinguida

A participação do grupo BellTower intitulada “Open Source Communities” ou “Comunidades de Código Aberto” foi selecionada entre 2.042 inscrições num total de 79 países. Os jurados explicaram que a decisão sobre o vencedor desta 8ª edição deste galardão foi “baseada em três princípios fundamentais da marca Lexus: antecipar, inovar e cativar, com ênfase no design que leva a um ‘Amanhã Melhor’”.
O projeto vencedor, “Open Source Communities”, aborda desafios frequentemente encontrados em países em vias de desenvolvimento, com base na utilização de planos inteligentes de código aberto para projetar comunidades acessíveis com recursos sustentáveis de água potável. Ao receber o prémio, John Brian Kamau disse: “Foi uma grande honra para nós, enquanto BellTower, ser um dos 6 finalistas e vencer o Lexus Design Award 2020. A nossa jornada começou com muitos desafios. No entanto, perseveramos em mostrar o nosso ambicioso conceito. A nossa experiência ensinou-nos lições inestimáveis ao longo da vida. Todos os nossos projetos futuros serão alinhados com os princípios-chave que aprendemos enquanto parte da família Lexus”.

► As inscrições para o Lexus Design Award 2021
estão a decorrer até 11 de outubro. Mais detalhes neste website.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of