O elétrico Lucid Air será apresentado de forma oficial no dia 9 de setembro e o fabricante norte-americano Lucid Motors já está a aquecer a curiosidade devido a dois teasers: um em que mostra um número de mais de 400 milhas de autonomia reais alcançado (algo como 643 km) e outro em que o seu modelo parece ter aspirações a ser (quase) um dragster.

Ou seja, em distância e em sprint, o Lucid Air poderá vir a ser a nova referência em matéria de automóveis de produção elétricos, algo que, naturalmente, terá de ser confirmado nos próximos dias.

Autonomia: 1280 km com duas cargas

Relativamente à autonomia, o Tesla Model S tornou-se o primeiro EV com uma autonomia homologada pela EPA (Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos) superior a 400 milhas (640 km), pelo que o Lucid Air poderá vir a superar este marco se se confirmar o registo de mais de 643 km, o qual, algumas fontes garantem mesmo poder ser de 710 km num teste real que a marca fez.

Aliás, a Lucid Motors afirma que a autonomia estimada do seu elétrico já de acordo com a EPA será de 517 milhas, qualquer coisa como 832 km. O veículo dispõe de um pack de baterias de 113 kWh.

Num vídeo, a Lucid Motors dá conta de uma viagem de ida e volta entre São Francisco e Los Angeles, num total de mais de 1280 km, feita ainda com um protótipo Cada trajeto foi feito com uma única carga (média de 640 km/cada), o que sugere que os números anunciados poderão estar muito perto dos reais.

Aceleração: 9,9 segundos em 402 metros

No que concerne à aceleração, o construtor americano partilhou um vídeo no Twitter para mostrar a velocidade no quarto de milha, cerca de 402 metros de distância.

Nesse desafio, o Lucid Air Dream Edition, que é capaz de “voar” a 378 km/h, registou 9,9 segundos a cumprir esta distância do “quarter mile”, preparando-se para ser o mais rápido sedan do mundo, graças aos seus 1080 HP (cerca de 1095 cv).

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of