Depois de ter apresentado, no passado mês de junho, a nova marca Seat MÓ, criada para promover a estratégia de mobilidade urbana focada em produtos e serviços de micromobilidade, a empresa espanhola implementou o seu primeiro serviço de motosharing em Barcelona, disponibilizando aos cidadãos um total de 632 eScooters.

Após o arranque da Zona de Baixas Emissões (ZBE) da cidade de Barcelona no início do ano, a Seat oferece dois serviços, um de motosharing e outro de subscrição com motos 100% elétricas na cidade de Barcelona.

Para Lucas Casasnovas, responsável da Seat MÓ, “este lançamento reforça o nosso compromisso com a nova mobilidade urbana e representa mais um passo no nosso objetivo de trabalhar por cidades melhores, com uma mobilidade mais acessível e económica para os cidadãos, especialmente os jovens. Queremos oferecer o melhor produto, com motociclos equivalentes a 125 cc, e o melhor serviço, incluindo medidas adicionais de segurança e higiene contra a COVID-19. O nosso objetivo é tornarmo-nos o aliado de que as cidades precisam para serem mais eficientes, mais sustentáveis ​​e mais seguras”.

App para procurar scooter

O serviço funciona de modo idênticos aos demais serviços de partilha de mobilidade: o utilizador descarrega a App no seu smartphone e procura o motociclo elétrico da Seat Mó estacionado perto da sua localização através do mapa oferecido pela aplicação e desbloqueá-lo.

No porta-bagagens do veículo há dois capacetes (um para o condutor e outro para o passageiro), que incluem redes higiénicas descartáveis ​​para a cabeça e toalhitas hidroalcoólicas, como medida de proteção contra a COVID-19.

Os motociclos recebem ainda um tratamento das superfícies com Liquid Guard, um nano revestimento que protege os veículos eliminando possíveis vírus, micróbios, bactérias e fungos.

Modelo de subscrição

A Seat MÓ também oferece um modelo de assinatura sem contrato de fidelização mas com tudo incluído que permite o acesso ao motociclo por semanas ou meses, incluindo seguro do veículo, manutenção, capacete e troca semanal da bateria.

O custo é de 75€ por semana ou 200€ por mês. No caso do aluguer trimestral, o custo mensal seria de 150€. O modelo de assinatura é destinado a um utilizador, sendo extensível a uma pessoa adicional, como um membro da família, por exemplo.

A empresa também implementou a subscrição semanal e mensal para dois modelos de scooters elétricas. A eKickscooter 25 tem um custo de 15€ por semana e 40€ por mês, enquanto que a nova eKickscooter 65 pode ser alugada por 25€/semana ou 75€/mês.

Neste sentido, Lucas Casasnovas destacou que “os hábitos de consumo evoluem para serviços pay-per-use. O novo modelo de assinatura permite ter sempre um veículo permanentemente disponível para o utilizador, mas sem enfrentar despesas associadas como o estacionamento, seguro ou custos de manutenção. E o mais importante: com a máxima segurança sanitária, já que, durante o período de assinatura, o usuário que contratar o serviço será o único a utilizar a motocicleta e trotinete da Seat MÓ durante o período contratado”.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of