Soladrilho substitui cobertura de fibrocimento por painéis solares

0
1108

A Soladrilho, empresa portuguesa do setor de pavimentos e revestimentos cerâmicos extrudidos da zona de Entroncamento, decidiu abraçar um projeto ecológico e sustentável que é um autêntico “2 em 1”.

Isto porque, através de uma parceria com a Helexia, a Soladrilho, por um lado, reforçou a aposta na sustentabilidade energética com vista à instalação de uma central fotovoltaica e, por outro lado, irá remover a cobertura de fibrocimento que possui nas suas instalações.

O contrato foi celebrado no final de julho e a instalação da Central ficará concluída até final do ano.

A Soladrilho apresenta um volume de negócio de cerca de 7,9 milhões de euros, exportando cerca de 85% da sua produção para mercados como França, Espanha, China, Rússia e EUA. Parte destes mercados têm apresentado indicadores de tendência de crescimento positivo no volume de negócios. A presença nos mercados externos é suportada pela aposta contínua em investigação e desenvolvimento, qualidade produtiva e uma rede de parcerias locais, que asseguram toda a cadeia de comercialização, distribuição e instalação. José Vieira, presidente do conselho de administração da Soladrilho refere que “hoje na indústria não há segredos, há investigação”, este caminho tem permitido um crescimento sustentado com fidelização de clientes e conquista de novos mercados.

A instalação da central fotovoltaica terá uma potência de 537 kWp e uma produção anual estimada de 829 MWh, o que permitirá à Soladrilho evitar a emissão de 373 toneladas de CO2/ano, o equivalente a plantar 9600 árvores/ano ou ao consumo energético de 166 agregados familiares.

Por seu lado, o projeto engloba a remoção de 11.200 m2 de coberturas de fibrocimento, que serão substituídas por coberturas em painel sandwich.

O consumo de energia representa cerca de 30% na estrutura de custos de uma empresa, sendo que a Soladrilho já possui uma unidade de cogeração alimentada a gás natural, cuja eletricidade é vendida à rede, com aproveitamento do calor no processo produtivo.

Com a instalação desta central fotovoltaica para autoconsumo por parte da Helexia, a Soladrilho deixa clara a importância da sustentabilidade energética e que no seu ADN industrial incorpora a inovação, a sustentabilidade e a qualidade como fatores diferenciadores num mercado global e competitivo.

O projeto tem um duplo benefício: elimina um fator de risco com a remoção do telhado de fibrocimento e produz energia limpa.

A instalação da central fotovoltaica e a renovação das coberturas representa um investimento de aproximadamente 800 mil euros por parte da Helexia.

Luis Pinho, Country diretor da Helexia Portugal, destaca o “orgulho para a Helexia em estabelecer esta parceria com a Soladrilho, reforçando a sua aposta na sustentabilidade”, bem como “a contribuição da Helexia para a transição energética, económica e ecológica do setor produtivo e exportador nacional”.

A Helexia destaca que este é um exemplo concreto de um projeto em que ganha a empresa e ganha também o planeta.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of