A Volkswagen está a trabalhar num veículo elétrico urbano ID.1 que está internamente a ser apelidado de “e-Zzity”.

Trata-se de um modelo subcompacto que, de acordo com a inglesa Car, desempenharia o papel de elétrico de entrada na gama VW e que deverá chegar ao mercado, no máximo, até 2025.

Este ID.1 ou e-Zzity (a designação final oficial é desconhecida) será, assim, a proposta urbana da VW para suceder ao e-Up!.

O concept do ID.1 deve ser revelado em 2023.

As informações disponíveis sugerem que seja uma viatura de cinco portas com design que remete ao irmão maior ID.3.

Acima do ID.1, a VW terá um ID.2 que será o rival do Renault Zoe e do Peugeot e-208.

Questionado sobre este projeto pela Car, o novo CEO da Volkswagen, Ralf Brandstätter, não se alongou em informações, assumindo, ainda assim, que “estamos, de facto, a trabalhar num BEV abaixo dos 20 mil euros”.

O CEO da marca VW diz que o e-Up foi um projeto de trampolim, sendo agora tempo de surgir outro modelo EV nascido e pensado de raíz como tal.

Nesse sentido, o responsável da marca refere que o chassis Modular Electrification Toolkit (MEB) pode ser encolhido e tornado mais simples (com menos elementos) para também fazer baixar o custo de desenvolvimento e produção.

Chassis EV dedicado: torna veículos 40% mais baratos de fazer 
Brandstätter reitera que “no futuro não faz sentido colocar baterias num modelo [caso do Up, cuja plataforma, n.d.r.] foi concebida para ter um motor [de combustão interna, n.d.r.]”.
Ralf Brandstätter diz, inclusive, que os veículos elétricos baseados na plataforma MEB podem ser 40% mais baratos de fazer do que os EV baseados num chassis convencional.
Atual VW e-Up!

Duas opções de baterias

Ainda de acordo com a Car, a Volkswagen irá produzir o ID.1 com duas opções de baterias, de 24 kWh e 36 kWh.

A confirmar-se este dado, significa que no acesso o ID.1 terá uma bateria menos potente do que o atual e-Up! (32,3 kWh). Porém, pelo facto de vir a ter uma construção mais leve e mais aerodinâmica do que o e-Up!, o ID.1 será mais eficiente, o que poderá permitir contornar a limitação da bateria, colocando a autonomia real perto dos 200 km, suficiente para as deslocações diárias nas cidades.

Sabia que…
… o ID.1 deverá igualmente ter algumas variações, como um “mini crossover” ID.1 Crozz e uma van e-Roomzz?

Com este ID.1 de 24 kWh, a VW visará também apostar num preço mais acessível, abaixo, inclusive, do que o atual e-Up!.

Segundo a Car, a variante com a bateria mais potente desse ID.1 terá uma autonomia a rondar os 300 km (40 km mais do que o e-Up! que anuncia 260 km na medição WLTP).

Mais informações sobre todos os automóveis elétricos e híbridos plug in na nossa secção de mercado.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of