Microlino 2.0: o elétrico que impressiona toda a gente

0
2046

Já demorou mais para conhecermos a versão final do elétrico Microlino 2.0. Nos últimos meses os fabricantes estiveram empenhados na total restruturação do chassis, suspensões e nos meios de transmissão. Incluindo o motor e a bateria deste pequeno veículo elétrico de vocação urbana.

O grupo também vai ter que fazer alguns ajustamentos no design do automóvel. Isto porque precisam de conseguir espaço na estrutura para incluir todas as partes exteriores do elétrico. De entre as quais, os refletores e os piscas.

Através das imagens que ilustram o artigo, consegue-se ter perceção da forma como a Microlino está a trabalhar para obter aquele que será o design final do seu novo elétrico. A empresa recorreu a um bloco de resina para obter uma melhor perceção das mudanças que foram feitas no veículo desde o showcar realizado em março.

Quando estiver finalizado, este modelo vai ser digitalizado. O scanner será usado como suporte para a construção dos primeiros moldes. Além disso, já se pode ver o modelo que a Microlino está a usar para testar a ergonomia do seu Microlino 2.0.

Produção deve arrancar já em 2021

É já no decorrer deste verão que a Microlino vai construir os primeiros protótipos. Nestes já estarão incluídos o novo chassis e os meios de transmissão devidamente atualizados. Mas antes disso, o grupo irá reavaliar todas as engenharias selecionadas através dos dois modelos anteriormente referidos. Segundo a Microlino, os protótipos vão ser usados para testar tudo aquilo que foi construído ao longo dos últimos meses.

“Apesar das dificuldades inerentes ao COVID-19, estamos satisfeitos que o desenvolvimento do Microlino 2.0 esteja a tomar o rumo certo”, afirma fonte da empresa. O grupo planeia concluir toda a fase de construção ainda este ano e arrancar com a produção do elétrico já em 2021.

 

Ex-gerente da Tesla no conselho consultivo da Microlino

Jochen Rudat, ex-diretor da Tesla Central Europe, é agora um dos elementos do conselho consultivo da Microlino. Em 2009, Rudat foi o primeiro empregado da Tesla na Suiça. Durante dez anos contribuiu para o crescimento da organização na Europa.

Na Microlino, o profissional será responsável por auxiliar a empresa na preparação do modelo de vendas diretas ao consumidor. Além disso ajudará a desenvolver e aplicar os modelos de expansão da Microlino.

Confiantes nos conhecimentos que Jochen Rudat adquiriu ao longo do seu percurso na indústria automóvel, a Microlino acredita que vai ser vantajoso ter a sua experiência ao serviço da equipa.

O percurso profissional de Jochen Rudat

Começou a lidar desde cedo com os automóveis devido ao percurso profissional dos seus pais. Mais tarde, estudou para fazer o seu próprio percurso nesta área e fez parte da história de marcas como BMW, Porsche e Tesla. Contudo, destaca a Tesla como “a experiência mais entusiasmante” da sua carreira. Atualmente está a preparar-se para integrar a equipa Microlino. Fique agora a conhecer um pouco mais de Jochen Rudan.

Jochen Rudat confessa ter ficado entusiasmado com o projeto Microlino logo aquando do seu lançamento. Contudo, só depois de assistir a mais alguns eventos da indústria automóvel onde a marca se fazia presente é que surgiu a ideia de trabalharem juntos.

O profissional vem de uma marca de carros elétricos com uma vertente mais desportiva, para a Microlino que produz veículos elétricos leves. Como encarou Jochen esta transição? Segundo o próprio, “de forma muito positiva”. Isto porque adora construir coisas novas. E “nesta fase da Microlino posso contribuir com a minha experiência em vendas e marketing”, explica.

Além disso Jochen Rudat está consciente que nem todos têm disponibilidade financeira para adquirir um Tesla. E nesse aspeto, confessa-se identificado com o facto de a Microlino estar a ampliar o acesso generalizado à mobilidade elétrica. Do ponto de vista de Rudat, a Microlino foi pioneira ao trazer “sensualidade ao segmento dos carros elétricos pequenos”, defende. Será essa a razão para todas as pessoas ficarem “imediatamente impressionadas” quando Jochen Rudat mostra a fotografia do Microlino 2.0?

Jochen Rudat fala sobre o futuro da mobilidade

Para finalizar, o novo membro da “família” Microlino expôs o seu ponto de vista quanto ao futuro da mobilidade. Jochen Rudat relembra que “o espaço nas cidades está a tornar-se cada vez mais escasso”. Com base nisso, o profissional prevê “um futuro promissor para a micro mobilidade”, descreve. Aí também estará em destaque a condução autónoma. E, na opinião de Jochen Rudat “o foco vai estar centrado no interior dos veículos e no próprio condutor”, acrescenta.

Este também defende que, futuramente, “é muito provável que a partilha de automóveis aumente”.  Para rematar, Jochen Rudat afirma que “a mobilidade mudará mais nos próximos 5 anos do que nos últimos 50 anos”. Pelo menos é isso que ele acredita.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of