Professores portugueses lideraram ensino à distância na Europa

0
264
Foto: Microsoft

Os professores portugueses alcançaram a liderança europeia na capacitação para o ensino à distância no mês de abril, de acordo com a Microsoft.

A conclusão deriva do facto do número de educadores nacionais inscritos no Centro para Educadores da Microsoft ter quadruplicado nessa altura, atingindo a mais elevada taxa de crescimento da Europa e a quarta a nível mundial.

Segundo a Microsoft, em abril, Portugal foi o quarto país europeu com mais professores inscritos e o 13º a nível mundial, “o que, tendo em conta a sua dimensão, é muito representativo da consciência dos professores portugueses relativamente ao benefício na utilização da tecnologia no contexto educativo. Algo que ganhou ainda mais expressão no contexto de distanciamento social, em que vivemos atualmente”, refere a empresa tecnológica.

Microsoft Education com mais de 150 milhões de utilizadores

A Microsoft acrescenta ainda que as soluções Microsoft Education atingiram mais de 150 milhões de utilizadores, de entre toda a comunidade escolar, sendo que o Microsoft Teams foi adotado para centralização de todos os contactos e colaboração entre a comunidade. “Uma solução desenhada especificamente para o contexto de sala de aula, que, além de permitir realizar aulas à distância e criação de turmas, permite realizar as sessões síncronas de acompanhamento, partilhar documentos, atribuir tarefas, avaliar e acompanhar o desenvolvimento dos alunos de forma integrada”, diz a empresa.

Novas funcionalidades do Teams

Nesta fase, o Microsoft Teams para a Educação passou a ter novas funcionalidades incluindo a visualização de 7×7 até 49 participantes visíveis num único ecrã.

Outra funcionalidade diz respeito à configuração das salas de aula para prevenir que os alunos comecem reuniões que não sejam as do seu programa e a possibilidade dos educadores determinarem quais os alunos que podem fazer uma apresentação em qualquer momento da aula.

Para o outono e o novo ano letivo, a Microsoft prepara salas de aula colaborativas que permitem fazer apresentações em salas virtuais mais pequenas para um menor número de alunos.

Também para o outono, os educadores poderão aceder a relatórios de frequência e a insights da aula, através de intelligent data analytics que mostra como os alunos se mantêm envolvidos na aprendizagem virtual.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of