A Hyundai aproveitou o evento “H2 Mobility + Energy Show 2020”, que decorreu na Coreia do Sul, para demonstrar as suas soluções de mobilidade a hidrogénio e o seu compromisso com este tipo de tecnologia.

Em realce estiveram o concept HDC-6 Neptune, um camião para serviços pesados de Classe 8 movido a hidrogénio, o gerador móvel fuel cell e a sua maquete para ecossistema de mobilidade inteligente.

HDC-6 Neptune

O evento marcou a estreia do HDC-6 Neptune na Coreia, o camião elétrico da Hyundai movido a hidrogénio que foi apresentado no North American Commercial Vehicle Show em outubro.

O camião emprega uma estrutura com um design dianteiro arredondado de forma a criar uma estrutura única.

A Hyundai planeia expandir as suas propostas na mobilidade a hidrogénio para o mercado dos veículos comerciais com o HDC-6 Neptune, que incorpora a visão da marca para um camião com zero emissões movido a hidrogénio que dê corpo à transição de paradigma para veículos comerciais ecológicos.

Um dos principais fatores de inspiração para o concept HDC-6 Neptune foram os icónicos caminhos de ferro de Nova Iorque nos anos 30.

O construtor diz que planeia lançar o HDC-6 Neptune daqui a três ou quatro anos ao desenvolver um sistema fuel cell otimizado para camiões de serviços pesados, com maior potência e durabilidade.

Gerador móvel fuel cell

A Hyundai apresentou ainda o seu gerador móvel fuel cell, indiciando a possibilidade de ser utilizado em vários outros setores. Este gerador móvel fuel cell utiliza duas pilhas fuel cell também colocadas no Hyundai Nexo, gerando uma potência máxima de 160 kW.

A sua potência permite que o gerador seja utilizado em várias aplicações, como o carregamento de dois EV’s em simultâneo, ou autocarros elétricos ou camiões, refere a marca. O gerador móvel fuel cell pode ser, assim, uma alternativa ecológica aos geradores a gasóleo.

Ecossistema de mobilidade

Além do veículo Nexo, o fabricante exibiu a sua maquete de um ecossistema de mobilidade inteligente numa escala de 1:8, com Urban Air Mobility (UAM), Purpose Built Vehicles (PBV) e Hub (Mobility Transit Base), que foram desvendados pela primeira vez no CES 2020. A maquete é uma miniatura que demonstra a visão da Hyundai para a mobilidade futura, onde o UAM, PBV e Hub estão integrados.

A Hyundai Motor planeia incorporar o sistema fuel cell no ecossistema de mobilidade inteligente, particularmente para os UAM.

A empresa indica que trabalhará na redução do peso do sistema fuel cell enquanto aumenta a potência para ser utilizada em soluções de mobilidade. “Isto permitirá ainda que os sistemas fuel cell possam ser utilizados em comboios e navios indo para além dos veículos comerciais e de passageiros”, destaca o construtor coreano.

A Hyundai está a colaborar com um variado conjunto de organizações nacionais e globais tanto no setor público como privado para estabelecer e vitalizar a economia global de hidrogénio ao fornecer veículos fuel cell, contruindo mais postos de abastecimento fuel cell e expandindo a aplicação de fuel cell a vários setores.

A Hyundai associou-se com a Cummins, a líder global de motores e geradores, para fornecer sistemas fuel cell para o mercado de veículos comerciais da América do Norte em setembro do ano passado.

A empresa está ainda em conversações com as principais empresas dos EUA e da Europa relativamente às aplicações do hidrogénio.

O fabricante planeia acelerar a sua entrada no mercado europeu de camiões movidos a hidrogénio com o Hyundai XCIENT através da sua joint venture com a empresa suíça H2 Energy no final deste ano.

A Hyundai assinou um Memorandum Of Understanding (MOU) com o Departamento de Energia dos EUA visando a inovação da tecnologia fuel cell e a expansão da sua aplicação.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of