A Uber anunciou hoje que irá aceitar apenas veículos elétricos na plataforma nas maiores cidades do país, a partir de 16 de julho. A regra é aplicável a novos veículos nas áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto, distritos de Braga e de Faro relativamente ao principal serviço UberX, bem como ao Comfort.

No entanto, a adoção da eletricidade não será integral, dado que os parceiros vão poder continuar a adicionar veículos não elétricos no caso de substituição de um veículo já registado na plataforma ou para os serviços Uber Black ou UberXL.

Sabia que…
… desde a chegada da Uber a Portugal já foram realizados mais de 3 milhões de downloads da aplicação?

“Queremos continuar a contribuir para o desenvolvimento e adoção da mobilidade elétrica em Portugal, como temos feito desde que aqui lançámos o primeiro produto 100% elétrico da Uber, em estreia mundial, em 2016″, refere Manuel Pina. O diretor geral da Uber em Portugal, sublinha a intenção da empresa querer “estar neste novo normal com condições melhores do que quando entrámos e a mobilidade eléctrica é um dos pilares dessa estratégia”.

Leia também:

“A eletrificação do setor dos transportes tem ainda obstáculos estruturais pela frente como o desenvolvimento da infraestrutura de carregamento, ou a oferta acessível de veículos elétricos, pelo que esta transição terá sempre de ser gradual”, aponta Manuel Pina.

Acordo com PowerDot

Para facilitar esta eletrificação, em julho, os motoristas e parceiros vão ter acesso exclusivo a uma rede de 14 pontos de carregamento em todo o país, como parte da parceria entre a Uber e a startup portuguesa PowerDot.

Em setembro de 2019, a Uber firmou uma parceria com a PowerDot, através da qual os motoristas da Uber passaram a ter acesso exclusivo a estes hubs de carregamento elétrico a preços mais favoráveis.

Uber Green desde 2016

O Uber Green foi a primeira primeira opção de viagem on-demand 100% elétrica da Uber lançada em Portugal em 2016. Em Portugal, a Uber estima que os veículos eléctricos disponíveis na aplicação já poupam 40 toneladas de emissões CO2 semanalmente, 2080 toneladas anualmente.

Durante o mês de julho, a PowerDot vai expandir a sua rede de hubs de energia com dois novos lançamentos em parceria com a Uber: um em Lisboa (Entrecampos) e um no Porto (Bessa), perfazendo um total de 6 hubs de energia em todo o país, com 14 pontos de carregamento que vão permitir mais de 1000 carregamentos diários dos motoristas parceiros da Uber.

“A forma como a Uber encara este desafio é ambiciosa mas realista: sabemos o que temos pela frente mas esperamos que iniciativas como esta possam ajudar a mobilizar parceiros privados e autoridades públicas e que este esforço, que tem de ser conjunto, possa fazer a diferença”, diz Manuel Pina.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of