A totalidade da rede pública de carregamento para veículos elétricos – Postos de Carregadores Rápidos (PCR) e Postos de Carregadores Normais (PCN) -, sob gestão da entidade gestora da mobilidade elétrica, a Mobi.e, entra hoje, dia 1 de julho de 2020, na sua fase comercial, tal como havíamos noticiado aqui.

Termina, assim, o projeto piloto da Mobi.e, que tendo uma duração inicial prevista de um ano e meio, acabou por prolongar-se por cerca de dez anos, fruto de diversos reveses políticos, (entre 2012 e 2015), bem como por reestruturações das entidades parceiras do projeto piloto.

Nesta data, “marcante para a mobilidade elétrica em Portugal, a UVE – Associação de Utilizadores de Veículos Elétricos, realça a necessidade de possuirmos em Portugal uma rede pública de carregamento operacional, eficiente, bem sinalizada, protegida, segura e abrangendo a totalidade do território nacional”.

A UVE resume aquilo que muda, a partir deste 1 de julho de 2020, e que o Watts On replica aqui para conhecimento de todos os utilizadores:

  1. Os cartões emitidos pela Mobi.e deixarão de ativar os postos de carregamento;
  2. Os postos de carregamento só serão ativados pelos cartões dos CEME (Comercializadores de Eletricidade para a Mobilidade Elétrica);
  3. Qualquer cartão de um CEME, ativa todos os postos de todos os operadores;
  4. Nos postos que não tenham afixados os custos de operação dos mesmos, da responsabilidade do Operador do Posto de Carregamento (OPC), só poderá ser cobrado ao utilizador o custo da eletricidade consumida conforme contrato estabelecido com o CEME, e respetivas taxas e impostos;
  5. Qualquer irregularidade, quer na prestação do serviço, quer na respetiva faturação, deve ser alvo da respetiva reclamação à entidade fiscalizadora, a ENSE – Entidade Nacional para o Setor Energético (www.ense-epe.pt);
  6. Todos os postos devem estar devidamente sinalizados quer horizontalmente, quer verticalmente, para as entidades fiscalizadoras poderem autuar os prevaricadores;
  7. Todos os postos devem possuir proteção face ao sol e à chuva, como aliás é norma em todos os outros postos de distribuição de combustíveis fósseis.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of