A VW reforça a sua aposta nos modelos GTE, a sigla que designa as variantes Plug-in do construtor. E para esta segunda metade do ano, há, pelo menos, três novidades PHEV com que podemos contar.

Assim, depois do Golf GTE (previsto para julho), seguir-se-á o SUV Tiguan e a berlina Arteon como os dois próximos modelos a receber este tipo de propulsão mais ecológica.

Arteon a 24 de junho

Já no próximo dia 24 de junho, a VW vai revelar um novo Arteon. A grande novidade do facelift será a incorporação de uma motorização híbrida plug-in (GTE, portanto) com sistemas semi-autónomos.

Essa variante GTE estará presente não apenas no sedan, como também numa nova variante de carroçaria “shooting brake”, a qual funcionará como uma alternativa de estilo à convencional Passat Variant.

A base da motorização eleita será a que encontramos no Passat GTE: motor 1.4 TSI de quatro cilindros acrescido a um motor elétrico.

Contudo, sabe o Watts On, a potência combinada será de 245 cv e não de 160 kW/218 cv que é a solução presente no Passat GTE.

Em termos de tecnologia semi-autónoma, com o “Travel Assist” o Arteon será capaz de acelerar, travar e mover o volante em velocidades de até 210 km/h.

O Arteon irá ainda receber o sistema de infotainment MIB3, de maior conectividade.
Por seu lado, a VW também prepara o lançlamento de um Tiguan híbrido plug-in.

Tiguan também com 245 cv

De resto, também o Tiguan, que irá do mesmo modo sofrer um “restyling, terá um “coração” GTE de 245 cv totais.

A bateria terá a mesma capacidade de 13 kWh que o Passat GTE.

A autonomia em modo 100% elétrico deverá rondar os 50 km.

Na atualização do Tiguan, que acontece a meio do seu ciclo de vida, o SUV compacto receberá faróis de LED com um novo design alinhado com o novo VW Golf.

Em termos de interior, além do novo sistema de infotainment baseado no MIB3, o cockpit digital também estará disponível em mais configurações.

Ao mercado português, o Arteon GTE e o Tiguan GTE chegam no fim do ano.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of