A EMEL está a realizar trabalhos de requalificação e ordenamento do estacionamento na área que compreende as Ruas de São Paulo e da Boavista e Largo do Conde Barão, em Lisboa, numa obra que irá permitir aos residentes com dístico de zona disporem de mais 18 lugares de estacionamento e tornar a Mobilidade Mais Segura.

O alargamento da zona de passeio da Rua de São Paulo irá melhorar a mobilidade pedonal e permitir a criação de esplanadas, promovendo a recuperação do comércio local no período de desconfinamento, e garantindo o regresso gradual e em segurança à normalidade do dia-a-dia.

Estas obras de requalificação e ordenamento do estacionamento permitem também melhorar a circulação dos transportes públicos, nomeadamente dos elétricos da Carris, numa zona que é considerada uma das mais complicadas de Lisboa em termos de mobilidade.

Os residentes com dístico de zona vão passar a dispor de 42 lugares de estacionamento exclusivos na Travessa do Carvalho, Praça de São Paulo, Travessa de São Paulo e na Travessa da Ribeira Nova, mais 18 do que atualmente.

Está prevista, ainda, a criação de 20 lugares para motos e 26 lugares para bicicletas.

Os comerciantes com o respetivo dístico continuam a poder estacionar nas ruas envolventes e as bolsas de cargas e descargas existentes na Rua de São Paulo foram relocalizadas nas artérias envolventes.

Durante o período em que decorrem as obras, os residentes com dístico das zona 032 e 043 podem usufruir de 30 lugares de estacionamento gratuito no Parque de Estacionamento da EMEL (Parque D. Luís I).

Até 30 de junho

Entretanto e de acordo com a estratégia de desconfinamento progressivo definida pelo Governo e Direção-Geral da Saúde devido à COVID-19, a EMEL tem vindo a retomar a sua normal atividade desde 11 de maio.

A empresa esclarece que mantém até 30 de junho a medida que permite aos veículos com dísticos emitidos ao abrigo do Regulamento Geral de Estacionamento e Paragem na Via Pública, que se encontrassem válidos a 1 de fevereiro de 2020, e que entretanto tenham atingido a data de validade, continuar a aceder aos lugares exclusivos a residentes nas zonas indicadas no dístico.

No entanto, os residentes podem fazer as respetivas renovações, evitando deslocações desnecessárias, através dos serviços online da EMEL, aqui.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of