Depois da Peugeot ter revelado o furgão e-Expert, seria uma questão de dias até a Citroën, outra das insígnias do Grupo PSA, mostrar a versão elétrica do Jumpy.

E ela aqui está. O ë-Jumpy (o “e” surge com o trema, à imagem do “e” da palavra Citroën) confere também aos clientes opção por duas baterias: de 50 kWh (com autonomia de 230 km no ciclo WLTP) e bateria de 75 kWh (com autonomia de 330 km, no ciclo WLTP).

A bateria está alojada no chassis do veículo para preservar o volume de carga útil.

A bateria de 50 kWh é composta por 18 módulos e estará disponível neste modelo comercial nas silhuetas XS, M e XL. Por seu lado, a bateria de 75 kWh, formada por 27 módulos, apresenta-se nas carroçarias M e XL.

O motor elétrico tem 100 kW (136 cv) e o binário máximo é de 260 Nm.

O ë-Jumpy chegará aos stands na segunda metade do ano.

Estão disponíveis três modos de condução:
Normal: permite o melhor compromisso entre autonomia e prestações dinâmicas,
Eco: permite otimizar o consumo de energia ao reduzir o desempenho do aquecimento e do ar condicionado sem, contudo, os desativar, e limitando o binário e a potência do motor,
Power: permite ao veículo com peso de carga máximo, um desempenho equivalente à do modo Normal com tara normal.

A velocidade máxima alcançada é de 130 km/h qualquer que seja o modo utilizado (Eco, Normal ou Power).

A cadeia de tração elétrica e a bateria estão cobertas por uma garantia de 8 anos ou 160.000 km.

Em  que se distingue?

O ë-Jumpy distingue-se visualmente da gama Jumpy, no exterior, pela portinhola de acesso à tomada de carga no guarda-lamas dianteiro esquerdo.

Entre os outros elementos identitários da versão elétrica, visíveis exteriormente, está uma entrada de ar intermédia na grelha dianteira, e um novo monograma elétrico “ë” colocado à direita da grelha e na porta traseira esquerda.

Tipos de carregamentos

Com a tomada de carga a situar-se no guarda-lamas dianteiro esquerdo do ë-Jumpy e carregador de bordo de 7,4 kW ou 11 kW, existem três possibilidades de carregamento:

O carregamento doméstico necessita de um cabo modo 2 (utilização no domicílio, no local de trabalho ou num estacionamento):
– Compatível com uma tomada standard de 8A (cabo de série)
– Compatível com uma tomada reforçada de 16A (estojo + tomada Green’Up em opção), permite dividir por dois os tempos de carregamento.

O carregamento rápido, privado ou público, necessita da instalação de um carregamento rápido Wallbox e de um cabo modo 3 (em opção):
– Cabo 32A
– Wallbox de 3,7 a 22 kW
Carregamento de 0 a 100% em menos de 8h (Wallbox com pelos menos 7,4 kW).

► Carregamento super rápido no posto público modo 4 (cabo integrado no carregador):
– Até 100 kW
– Permite carregar 80% da bateria de 50 kWh em 30 minutos e a de 75 kWh em 45 minutos.

                  Green’up 16A Wallbox 32A monofásico Wallbox 16A trifásico Supercarregador
Potência elétrica 3.6 kW 7.4 kW 11 kW 100 kW
Bateria 50 kWh 15h 7h30 4h45 30min
Bateria 75 kWh 23h 11h20 7h 45min

 

app My Citroën aciona pré-condicionamento térmico

A app My Citroën permite gerir a carga da bateria e saber o estado da carga da bateria e a autonomia do veículo, bem como acionar o pré-condicionamento térmico do habitáculo à distância.

Com o pré-condicionamento, é possível gerir melhor o nível de carga da bateria utilizando uma função que consome energia quanto o veículo ainda está ligado, e aumentar o conforto a bordo ao entrar no veículo. Se o veículo estiver ligado, o aumento da temperatura pré-definida de 21 graus é feito em 45 minutos antes da hora de partida programada do veículo. Se o veículo não estiver ligado, basta 20 minutos e o pré-condicionamento é possível se a carga da bateria for superior a 50%.

No habitáculo, o touchscreen de 7’’do ë-Jumpy possui uma rubrica no seu menu, designada “Energia”, a qual confere acesso às especificações elétricas do veículo: fluxo de energia (com o funcionamento da cadeia de tração elétrica em tempo real com o modo de condução ativo, o motor elétrico e o nível de carga da bateria de tração), estatísticas de consumo (que apresentam, designadamente, a média do trajeto em curso expressa em kWh/100 km), carregamento diferido e pré-condicionamento térmico.

O ë-Jumpy terá quatro versões: Control; Club; Driver; e CityVan.

Capacidade de transporte

O ë-Jumpy está disponível em três comprimentos, entre os quais a nova versão XS de 4,60 m que facilita ainda mais o acesso aos centros urbanos, especialmente às zonas de baixas emissões, e permite estacionar sem restrições.

Este comprimento, associado a um volume que pode atingir 5,1 m3, torna o ë-Jumpy um furgão compacto. A versão XS com VisioPark câmara 180º, ajuda ao estacionamento dianteiro e traseiro e retrovisores rebatíveis, torna as manobras mais fáceis.

A maioria das versões do ë-Jumpy está limitada a 1,90 m de altura exterior de forma a garantir o acesso a todos a estacionamentos subterrâneos e centros comerciais. Apenas a versão XL excede os 1,90 metros, tendo 1,94 metros.

Com uma suspensão dianteira reforçada tipo McPherson com barra anti-rolamento e uma suspensão traseira do tipo triângulos oblíquos, a carga útil vai até 1275 kg.

O volume de carga útil não tem alterações face à versão com motor térmico, com valores entre 4,6 m3 (XS sem Moduwork) e 6,6 m3 (XL com Moduwork).

A largura útil entre as cavas das rodas, de 1,25 metros, permite carregar Euro paletes.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of