A BMW está na fase final de desenvolvimento da próxima geração do Série 4 (lançamento no final de 2020), com o M4 a ser, como seria de supor, a “cereja em cima do bolo” em termos dinâmicos de uma família que será servida nas carroçarias Coupé, Cabriolet e, pela primeira vez, Gran Coupé (incluindo para o próprio M4, devido à popularidade do formato Gran Coupé na China e na América do Norte).

Porém, em matéria de potência, o M4 perderá o ceptro para o elétrico i4, sendo que, por causa das baterias, o EV será mais pesado.

A britânica Autocar avança com a notícia, revelando que o BMW i4 poderá assinalar uma potência de 530 cv, ao passo que o M4 deve proporcionar aos seus clientes uma cifra de 510 cv. Ou seja, uma diferença de 20 cv.

Em termos de binário, contudo, é que a diferença será mais relevante, com o i4 a garantir 813 Nm (disponíveis logo desde o arranque) e o M4 com o pack Competition e o seu 3.0 litros bi-turbo a surgir com 600 Nm de binário máximo às 2600 rpm.

São cifras não oficiais, mas que não devem andar longe da realidade.

A chegada do elétrico BMW i4 ao mercado acontecerá em 2021.

O i4, que foi antevisto pelo Concept i4 e assenta na plataforma CLAR (Cluster Architecture), deve estar munido de uma bateria de 80 kWh com valores de autonomia a rondarem os 600 km (ciclo WLTP).

Na configuração de tração integral, o i4 xDrive, terá dois motores, um por eixo.

i4
Concept i4

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of