A Volvo atualizou os seus autocarros híbridos S-Charge, melhorando o seu desempenho em modo elétrico. Com a atualização estes “bus” podem percorrer distâncias maiores sem emissões locais, em velocidades mais elevadas e com um sistema de geolocalização automatizado.

Nos novos Volvo S-Charge, o acionamento elétrico pode ser usado em velocidades de até 50 km/h, um aumento digno de registo face aos anteriores 20 km/h.

O S-Charge não requer infraestrutura de carregamento. As baterias são carregadas através da energia gerada através da recuperação da energia da travagem. Isso leva a que este modelo de autocarro possa ser utilizado em praticamente qualquer rota, tanto em áreas urbanas quanto suburbanas.

De acordo com a marca sueca, dependendo do clima e da topografia, o S-Charge pode operar em modo integralmente elétrico numa extensão de até 1 km sem interrupção.

A atualização também abrange a conectividade e a tecnologia Volvo Zone Management que permite ao operador de transportes programar o autocarro para que ele mude automaticamente para propulsão elétrica em áreas selecionadas e tenha a sua velocidade regulada sem a intervenção do motorista.

A gama de modelos S-Charge inclui uma configuração convencional de 12 metros, o Volvo 7900 S-Charge, um “bus” articulado, o Volvo 7900 S-Charge Articulated, e uma terceira opção, com o chassis despido, o Volvo B5L S-Charge, que pode ser finalizado com um piso simples ou duplo.

Também é possível definir zonas para que a viatura efetue um auto-carregamento elétrico, para garantir uma operação livre de emissões quando o “bus” vier a entrar numa zona de emissões zero.

Segundo a Volvo, o novo S-Charge híbrido reduz a pegada de carbono em até 40% em comparação com os “bus” a gasóleo equivalentes. Este veículo também pode ser alimentado com biocombustível, reduzindo ainda mais as emissões líquidas de CO2.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of