Nestes tempos de estado de emergência devido à COVID-19, o programa “Pela Cidade Fora”, uma iniciativa da EMEL, com a colaboração da Câmara Municipal de Lisboa, adaptou-se para animar os dias dos mais novos, dos 3 aos 16 anos, com um conjunto de atividades que podem ser feitas “Pela Casa Fora”.

“Pela Cidade Fora – Educação Para a Mobilidade” é uma iniciativa da EMEL, com a colaboração da CML, através do Departamento de Educação, orientada para a formação da cidadania das novas gerações, ​com enfoque na mobilidade em Lisboa.

“Ficar em casa não significa deixar de aprender e, por isso, a EMEL aproveita este momento, em que devemos ficar resguardados, para continuar a sua ação pedagógica de despertar crianças e jovens para a importância de uma mobilidade mais segura”, aponta a empresa.

Oito livros disponíveis

Com o objetivo de tornar os dias das crianças e jovens mais bem passados, e para garantir que aprendem enquanto se distraem e brincam, em www.pelacidadefora.pt podem descarregar os oito livros da coleção “Pela Cidade Fora”:

  • “A Rua dos Sinais Diferentes”,
  • “A Minha Cidade é Um Livro”,
  • “Roque e Rola e Bibi Manuela”, da autoria de José Fanha,
  • e “A Minha Cidade é Feita de Luz”,
  • “Professor de 5 Estrelas”,
  • “Segredos de Lisboa”,
  • “Lx Hostel”
  • e “Diário de Samuel Z”, da autoria de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada.

O link para download é este.

No mesmo site é possível realizar outras atividades como pintura de desenhos, palavras cruzadas, perguntas de escolha múltipla, jogos de verdadeiro ou falso, entre outras.

“A EMEL pretende contribuir para que as famílias possam passar estes dias em que a reclusão é crucial para o bem-estar de todos e todas de forma mais descontraída e animada, distraindo os mais novos e estimulando-os para a preocupação com a segurança e o ambiente”, assinala a empresa.

Luís Natal, Presidente da EMEL

“A transição para as cidades do futuro, cidades mais humanizadas, começa por uma mudança de mentalidades e de comportamentos, na qual podemos basear a esperança de um futuro mais sustentável, mais inclusivo, mais nosso, para a nossa cidade. E os mais novos são peças essenciais nessa e para essa mudança. Por isso, mesmo neste momento tão difícil para todas as nossas crianças e jovens, continuamos a apostar na sensibilização e na pedagogia para uma mobilidade mais segura e saudável, que acreditamos ser um importante contributo para uma sociedade mais verde e sustentável” – Luís Natal Marques, Presidente do Conselho de Administração da EMEL.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of