Após se ter apercebido que a GIRA tem sido um dos meios de transporte utilizados pelos profissionais de saúde, neste contexto de pandemia, a EMEL decidiu isentá-los do pagamento das suas deslocações na rede de bicicletas partilhadas por si gerida. A isenção é válida durante dois meses.

Foto: EMEL/Cláudio Ferreira

“Esta medida, que a partir de hoje permite aos profissionais de saúde GIRAr sem pagar, visa apoiar o esforço de quem tem que sair de casa por todos nós, oferecendo um meio de deslocação capaz de garantir o essencial distanciamento social e uma maior liberdade de movimentos, e soma-se às já postas em prática pela empresa municipal, de suspensão do pagamento de estacionamento na via pública e estacionamento gratuito para residentes em parques da EMEL, com vista a colaborar na luta contra o COVID-19 e a para que a cidade de Lisboa retome com a maior rapidez possível a normalidade do seu dia-a-dia”, assinala a empresa.

Entretanto, esta rede de bicicletas partilháveis abriu duas novas estações perto do Hospital de Santa Maria, a pensar no apoio ao pessoal hospitalar.

Situam-se aqui:

Como beneficiar?

Para beneficiar desta isenção basta enviar um e-mail para gira@emel.pt com os elementos de identificação: imagem do Cartão de Cidadão (frente e verso) e um documento comprovativo da profissão ou local de trabalho.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of