Nestes dias de pandemia do COVID-19, em que a regra é #FicaEmCasa, o smartphone desempenha uma ponte de ligação única com o mundo, tanto em termos de trabalho, como em termos de divertimento.

A Wiko juntou-se ao movimento #EuFicoEmCasa para consciencializar a população para a importância da responsabilidade individual para enfrentar o alerta de saúde que é o COVID-19.

A marca de telefones de origem francesa Wiko destaca a importância de serem respeitadas regras de higiene com os dispositivos móveis para evitar a propagação do vírus.

  • Utilizar auriculares para realizar ou receber chamadas e gravar ou ouvir áudios de WhatsApp. Desta forma, evitar-se-á que o telemóvel esteja em contacto direto com a cara e outras partes do corpo pelas quais o vírus se propaga com maior facilidade, como o nariz, a boca ou as mãos.
  • Não partilhar o equipamento com outros utilizadores. Para mostrar conteúdos que pareçam interessantes, o mais aconselhável é reenvia-los por mensagem. A ideia é que o telemóvel não tenha de passar de mão em mão.
  • Apostar em videoconferências no próprio smartphone ou através de plataformas como WhatsApp ou Skype quando tiver de se manter uma conversa em que participem mais do que duas pessoas.
  • Não esquecer de desinfetar as mãos sempre que for usado o smartphone. Os telemóveis estão em constante contacto com superfícies que podem estar contaminadas. Por isso, é muito importante que quando acabe de o utilizar, quer seja depois de uma chamada telefónica, o envio de uma mensagem ou qualquer outra ação, se lavem bem as mãos, evitando assim qualquer possibilidade de contágio.

Além disso – alerta a Wiko – é importante ter em conta que o equipamento móvel é uma ferramenta que habitualmente fica pousada em diversas superfícies expostas a micróbios e bactérias, e que passa pelas mãos de várias pessoas praticamente todos os dias.

Dicas de higiene para o terminal

Por isso, a Wiko recomenda também seguir algumas dicas de higiene para o terminal.

1. Verificar se o smartphone não está conectado a nenhuma rede, fonte de alimentação ou cabo, e desligá-lo para começar o processo de limpeza.
2. Preparar uma solução de água (50%) e álcool (50%) e encher um frasco de spray.
3. Pegar num pano macio ou uma almofada de algodão descartável para o humedecer ligeiramente com a solução antes preparada.
4. Passá-lo por toda a superfície do smartphone. Ter cuidado para não pressionar muito em logótipos ou peças impressas.
5. Com um segundo pano suave e descartável, se possível, e evitando toalhas ou outros materiais têxteis que possam guardar resíduos, secar o equipamento com cuidado.

Feito isto, já pode ligar-se de novo o telemóvel para verificar que está em perfeito estado.

A Wiko recomenda que este procedimento de limpeza seja feito pelo menos uma vez por dia.

A Apple também já emitiu recomendações da melhor forma de higienizar os iPhones, aconselhando o uso de álcool isopropílico, em vez de álcool etílico.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of