Como forma de ajudar a conter o surto epidémico do COVID-19, o serviço de motosharing da Acciona foi suspenso.

Os responsáveis da empresa estão a enviar a informação aos seus clientes por via eletrónica, esclarecendo que “devido às circunstâncias por todos nós conhecidas, decidimos suspender temporariamente o nosso serviço, com a confiança de que o possamos retomar brevemente, para o bem de todos”.

A comunicação da Acciona prossegue: “De acordo com as últimas recomendações e medidas relativas à restrição da mobilidade nas cidades para a proteção da saúde das suas pessoas, decidimos encostar as nossas motos temporariamente. Oferecemos todo o nosso apoio aos responsáveis e autoridades públicas para qualquer colaboração que possam necessitar da nossa parte. Continuaremos a trabalhar entre todos para construir uma cidade melhor, inclusive nestas difíceis circunstâncias”.

“Oferecemos todo o nosso apoio aos responsáveis e autoridades públicas para qualquer colaboração que possam necessitar da nossa parte” – Acciona.

O serviço de motosharing presente nas ruas de Lisboa enfatiza que “é momento de sermos responsáveis e de zelarmos uns pelos outros, para assim podermos voltar mais fortes que nunca”.

A Acciona agradece a compreensão dos clientes e despede-se com um “até já”, dizendo que informará quando forem “restabelecidas as condições para circularmos novamente”.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of