Bicicletas de carga elétricas vão ser abrangidas por apoio do Estado

0
794

O Governo está a ponderar aumentar a verba de apoio à compra de bicicletas elétricas. Em entrevista ao Jornal de Notícias, o secretário de Estado da Mobilidade adiantou que o Executivo poderá elevar o apoio estatal de 250 euros para 350 euros.

Ainda segundo Eduardo Pinheiro, esta ajuda financeira deverá vir a ser alargada a bicicletas de carga que podem contar com um incentivo de até 50% do custo total, com um limite máximo de 350 euros.

Motos 100% elétricas

Os motociclos 100% elétricos devem, igualmente, vir a ter um apoio de 350 euros (em 2019, o apoio era no valor de 20% do valor do veículo, até ao máximo de 400€).

“As bicicletas de carga não foram contempladas [em 2019], mas podem ser um meio interessante para a logística urbana de maior proximidade” – Eduardo Pinheiro, ao JN

O Governo ultima o pacote de medidas de incentivo à mobilidade, no âmbito do Fundo Ambiental e outra das possibilidades é que, ao nível dos incentivos para ligeiros de passageiros elétricos, venha a ser dada primazia à atribuição desse apoio a famílias.

Cheque maior para famílias

O que está em cima da mesa é a possibilidade das famílias continuarem a dispor de um cheque de três mil euros dado pelo Estado, enquanto as empresas receberão dois mil euros (quando em 2019, era de 2250 euros) por cada EV adquirido.

Com isso, o Governo pretende apoiar a aquisição de 700 automóveis por parte de famílias e apenas 300 por parte de pessoas colectivas.

Veículos elétricos de mercadorias

Em contrapartida e a pensar no tecido empresarial, o Executivo está a pensar reforçar as ajudas à aquisição de viaturas de mercadorias elétricas por parte das empresas.

“O mercado dos veículos elétricos de mercadorias não está muito animado e o nosso objetivo é incentivá-lo. É determinante que a logística urbana entre neste mercado dos elétricos, que são viaturas que estão sempre em movimento”, afirma Eduardo Pinheiro ao JN.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of