O velhinho formato das matrículas que era utilizado em Portugal desde maio de 2005 terminou com o fim das combinações possíveis de letras e números.

Sabia que…
… o ano e mês da matrícula são elementos que não fazem parte do número da matrícula dos veículos e não são um elemento relevante para a sua identificação, sendo Portugal o único país dos 28 Estados-Membros da União Europeia que apresentava estes elementos na respetiva chapa de matrícula?

Esta situação era geradora de más interpretações, dado o referido espaço ser utilizado em muitos países para indicar a data de validade do número da matricula e não o ano e mês da primeira matrícula do veículo.

O curioso é que tanto a última matrícula emitida do modelo que agora finda como a primeira matrícula do modelo que agora principia foram atribuídas a veículos elétricos, esclarece o IMT (Instituto de Mobilidade e Transportes).

É uma mera coincidência, mas como adeptos da mobilidade elétrica no Watts On não poderíamos passar ao lado deste feliz acaso.

A última matrícula do modelo velho foi a “99-ZZ-99. A primeira matrícula da série nova de chapas de matrícula foi a “AA 01 AA” (não é a “AA 00 AA” porque o IMT reservou esta chapa para o seu acervo histórico).

Com o novo formato de número de matrícula passa também a ser utilizado um novo modelo de chapa de matrícula para todas as novas matrículas, sem a inclusão do ano e mês da primeira matrícula do veículo (que apareciam numa barra vertical amarela), sendo também eliminados, em todos os modelos de chapas de matrícula, os traços separadores de grupos de caracteres, mantendo-se, todavia, um espaçamento entre cada grupo de caracteres, conforme esta imagem.

O novo formato do número de matrícula deverá permitir a sua utilização por um período estimado de 45 anos.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of