O Grupo Renault prepara-se para aumentar a sua oferta 100% elétrica este ano. Para além do Zoe e da gama de veículos comerciais Z.E., o fabricante gaulês deu a conhecer na apresentação internacional dos resultados financeiros de 2019 quais são os próximos modelos que se acrescentarão à sua oferta BEV.

O primeiro será o Twingo Z.E., cuja introdução no mercado acontecerá por volta de novembro de 2020.

O segundo modelo e, porventura, a maior novidade da apresentação, será a chegada à Dacia de uma proposta 100% elétrica no segmento dos citadinos, algo inédito na marca.

Considerando o habitual posicionamento “low cost” da Dacia, esse futuro elétrico do Dacia de admitir que será o automóvel elétrico mais barato do Grupo Renault, inclusivamente abaixo do Twingo Z.E..

City K-Ze é hipótese

Embora não seja ainda conhecido qual o modelo que a Dacia terá, há indicações de que possa tratar-se do City K-Ze, versão elétrica do Renault Kwid que já foi lançada na China.

Na versão que atualmente é vendida na China, o Kwid EV é equipado com um motor de 42 cv, tem baterias de 26,8 kWh e uma autonomia de 271 km.

Esse Dacia BEV, que será comercializado em 2021, irá ainda ter a companhia de um outro modelo integralmente elétrico em 2022, o qual utilizará pela primeira vez a plataforma CMF-EV (feita exclusivamente para modelos puramente elétricos), de acordo com o cronograma da Renault.

A estratégia de veículos eletrificados do fabricante gaulês, até 2022, dada a conhecer aos acionistas, faz ainda menção às variantes híbridas PHEV dos novos Captur (chegada ao mercado em junho próximo) e Mégane (chegada em setembro de 2020).

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of