Apesar da quebra de 2% registada na venda de veículos novos em Portugal em 2019 (por comparação a 2018), os veículos movidos a energias alternativas mostram estar em franca aceleração. A conclusão é da própria Associação Automóvel de Portugal (ACAP), num balanço do mercado automóvel no ano passado feito em conferência de imprensa.

As estatísticas da ACAP referem que dos veículos movidos a energias alternativas, os híbridos elétricos convencionais são os que têm o maior peso no mercado total de ligeiros de passageiros (4,2% em 2019).

Veículos elétricos e Plug-in valeram 5,7% em 2019

Assinala-se, porém, o enorme ganho de quota de mercado registado pelos híbridos plug-in (de 1,7% em 2018 para 2,6% em 2019) e pelos elétricos (1,8% em 2018 para 3,1% em 2019).

Feitas as contas, levando em conta o número de plug-in e de elétricos comercializados em Portugal, no ano passado, a quota de mercado detida por estes dois tipos de veículos representou já 5,7%.

Automóveis ligeiros de passageiros em Portugal em 2019 movidos a energias alternativas em % das vendas totais. Fonte: ACAP

Quem vendeu mais?

Ainda segundo a ACAP, por marcas, o maior número de viaturas elétricas matriculadas de janeiro a dezembro de 2019 pertenceu à Tesla com 1979 unidades, seguindo-se a Nissan com 1696 veículos e Renault com 968 exemplares.

O restante “Top 5” é preenchido por BMW (586 veículos elétricos) e Jaguar (540 unidades elétricas).

Confira no gráfico em baixo a hierarquia das vendas elétricas por construtor, segundo elementos da ACAP.

Vendas de veículos ligeiros de passageiros elétricos por marca, em 2019, em Portugal. Fonte: ACAP.

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of