O Energy Observer é a primeira embarcação a hidrogénio que está a dar a volta ao mundo, tendo, de resto, feito uma paragem por Lisboa em 30 de setembro de 2018.

A Toyota, um dos fabricantes de automóveis que mais se tem empenhado na causa da mobilidade fuel cell, já estava envolvida na iniciativa desde 2017, todavia aderiu agora ao projeto de uma forma mais assertiva, já que para a próxima fase da jornada, o Energy Observer e a Toyota estão a trabalhar em conjunto para introduzir a principal tecnologia a pilha de combustível da Toyota no barco.

Iniciada em 2017, a viagem de volta ao mundo da equipa do Energy Observer prevê ser feita em seis anos, durante os quais as causas ambiental e do hidrogénio serão promovidas em cada porto onde a embarcação chega.

Assim, o Toyota Technical Center Europe desenvolveu o sistema a pilha de combustível especificamente para a embarcação, usando componentes introduzidos pela primeira vez no modelo automóvel Mirai e adaptando um módulo compacto adequado para aplicações marítimas.

A pilha de combustível irá fornecer mais potência e eficiência, mas também elevada fiabilidade para atravessar este ano o Oceano Atlântico e Pacífico.

Com o maior envolvimento da Toyota nesta odisseia marítima, a embarcação recebe ainda uma inovação tecnológica, dado que passa a ser totalmente autónoma, com a capacidade de extrair o hidrogénio a partir da própria água do mar.

“A embarcação com energia autónoma, movida pela propulsão elétrica do futuro, utiliza um conjunto de energias renováveis e um sistema a bordo que produz hidrogénio, livre de carbono, a partir de água do mar”, explica o construtor nipónico.

De acordo com o Desafio Ambiental da Toyota 2050, o Energy Observer demonstra e divulga soluções que promovem uma transição ecológica e energética, apoiando as redes de energia de amanhã para torná-las eficientes e aplicáveis em larga escala. Considerado o primeiro “embaixador” francês dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), o Energy Observer procura soluções inovadoras para o meio ambiente, para projetar o futuro e provar que é possível criarmos um mundo mais limpo.

Sete meses até à instalação

A equipa de I&D na Europa, conseguiu em 7 meses o projeto e a produção de componentes, seguida da construção e instalação do compacto módulo de pilha de combustível. Este é, assim, um exemplo do sucesso da adaptabilidade da tecnologia de pilha de combustível da Toyota a outras aplicações para além do Mirai, autocarros e camiões.

Ensaio de potência em alto mar

Neste sentido, no final do ano passado, o módulo de pilha de combustível foi testado no barco no estaleiro.

Neste momento, o ensaio final de potência total está a ser realizado em alto mar para que em meados de fevereiro, o Energy Observer, possa partir para a próxima fase da sua viagem de 2020.

Usar o sistema de pilha de combustível da Toyota para o transporte marítimo é mais um passo para o desenvolvimento da sociedade do hidrogénio.

“Estamos muito orgulhosos por embarcar o sistema de pilha de combustível Toyota na nossa odisseia pelos oceanos e testá-lo nas condições mais adversas. Após três anos e quase 20.000 milhas náuticas de desenvolvimento, o sistema de fornecimento e armazenamento de energia do Energy Observer é agora muito fiável. Aguardamos ansiosamente a próxima fase do projeto: disponibilizar um sistema fiável e acessível para a comunidade marítima. Acreditamos que o sistema de pilha de combustível Toyota é o componente perfeito, produzido industrialmente, eficiente e seguro. Como embaixador dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, a nossa missão é promover soluções de energia limpa e partilhar com a Toyota a mesma visão de uma sociedade de hidrogénio”, refere Victorien Erussard, fundador e capitão do Energy Observer.

“Estamos satisfeitos por poder demonstrar ainda mais a versatilidade do sistema de pilha de combustível Toyota” – Johan van Zyl, CEO da Toyota Motor Europe.

“A Toyota acredita que o hidrogénio é o catalisador da descarbonização de energia e a aceitação da tecnologia pode acelerar com a solução modular do ‘Toyota Fuel Cell System”, que pode ser considerada para diversas aplicações”, sublinha o fabricante japonês.

Sociedade baseada no hidrogénio

“A nossa equipa europeia de I&D trabalhou arduamente com a equipa do Energy Observer para criar e instalar este módulo elétrico no barco existente. Este projeto mostra que a tecnologia de pilha de combustível a hidrogénio pode ser usada em qualquer ambiente e pode ser utilizado em muitas aplicações de negócio diferentes. É sempre inspirador trabalhar com pessoas que buscam objetivos comuns e este projeto apoia ainda mais a nossa visão para uma sociedade baseada no hidrogénio”, acrescenta Johan van Zyl, Presidente e CEO da Toyota Motor Europe.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of