A Ford anunciou um novo investimento de 42 milhões de euros na sua fábrica de Valência, em Espanha, em apoio à estratégia de eletrificação da marca, introduzindo novas e mais evoluídas linhas de montagem de baterias e para a produção dos novos S-Max Hybrid e Galaxy Hybrid. Recorde-se que a fábrica da Ford de Valência produz ainda os modelos Mondeo Hybrid e Mondeo Hybrid Wagon.

Os novos Hybrid S-Max e Galaxy (híbridos convencionais) serão lançados no início de 2021, conjugando um motor a gasolina de 2,5 litros (ciclo Atkinson), um motor elétrico, um gerador e uma bateria de iões de lítio. Os propulsores do S-Max Hybrid e do Galaxy Hybrid têm uma potência de 200 cv e um binário de 210 Nm.

 

Estas duas novas linhas de montagem irão permitir que as baterias de iões de lítio dos novos Kuga Plug-In Hybrid, Kuga Hybrid, S-Max Hybrid e Galaxy Hybrid, sejam produzidas lado a lado com os veículos, possibilitando uma maior eficiência e sustentabilidade de produção.

Os 42 milhões de euros dividem-se em três tranches: um investimento de 24 milhões de euros para a nova secção de montagem de baterias que começará a ser construída em setembro deste ano; um investimento de 8 milhões de euros em novas ferramentas e em melhoramentos na linha de montagem das instalações do construtor em Valência para a produção dos novos híbridos S-Max e Galaxy que serão lançados no início de 2021; e, por fim, um investimento adicional de 10 milhões de euros para apoiar a produção do novo SUV Kuga Hybrid.

Veículos eletrificados serão maioritários na Ford até final de 2022

Stuart Rowley, presidente da Ford Europa, explica que “com a electrificação a estabelecer-se rapidamente como a tendência do momento, decidimos aumentar os nossos investimentos em Valência para oferecer aos nossos clientes modelos ainda mais electrificados e várias opções de propulsão. Ao tornarmos mais fácil do que nunca a transição para um veículo electrificado, prevemos que, até ao final de 2022, as nossas vendas de veículos de passageiros sejam maioritariamente compostas por modelos electrificados”. Até ao final de 2020, a marca americana vai lançar na Europa 14 veículos electrificados.

Stuart Rowley, presidente da Ford Europa.

 

Desde 2011, a Ford já investiu 3.000 milhões de euros na sua unidade de produção de Valência, dos quais 750 milhões de euros foram aplicados no apoio à produção do Kuga, o modelo Ford mais eletrificado de sempre, com uma gama abrangente que incluiu as versões Kuga Plug-In Hybrid, Kuga EcoBlue Hybrid (mild-hybrid de 48 volts) e Kuga Hybrid (full-hybrid).

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of