O icónico triciclo Ape da Piaggio que se vende em Portugal, mas que sobretudo enche as estradas de vários países do sudeste da Ásia, como meio de transporte particular, táxi ou veículo de entrega de mercadorias, em versões pick-up, vai ser eletrificado.

O Ape E-City aproveita, assim, o empurrão dado pelo governo indiano através do programa FAME (Faster Adoption and Manufacturing of Hybrid and Electric Vehicles) que cria estímulos fiscais para a aquisição de veículos de duas e três rodas mais ecológicos e que poderá levar a que, no espaço de cinco anos, o mercado de EV na Índia aumente dez vezes.

Não confundir!
A palavra Ape aplicada neste universo das motos Piaggio é o termo em italiano (terra do construtor da Vespa) que significa abelha e não a palavra inglesa que se refere a macaco.

Uma das particularidades deste tuk-tuk elétrico é o facto das suas baterias serem removíveis.

O pack de baterias está montado no piso do modelo para melhorar a sua estabilidade, podendo ser trocado em estações de serviço em poucos minutos. O intuito é que os veículos permaneçam mais tempo em atividade, dada a sua importância na economia local.

Esta estratégia de troca de baterias – em jeito de mala – será concretizada através de uma parceria com a empresa indiana Sun Mobility.

Na Índia, o veículo terá um preço alinhado com as outras versões baseadas em combustíveis fósseis, custando 197.000 Indian Rupee, o equivalente a 2500 euros.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of